Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 

Agropecuária terá mais crédito no próximo governo, afirma ministro

13 de dezembro de 2010

A reestruturação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) deverá envolver medidas de médio e longo prazos, incluindo "mais oferta de crédito para a agropecuária", como ocorre na área agrícola. A afirmação foi feita hoje hoje (13) pelo ministro Wagner Rossi, confirmado na pasta pela presidenta eleita, Dilma Rousseff.

Segundo Rossi, a escassez de crédito foi responsável pelo abate de matrizes do gado bovino em 2005, cujos efeitos estão sendo sentidos agora, com o aumento do preço da carne. 

Em entrevista, ele disse que o Ministério da Agricultura deve também compatibilizar a política de importação de produtos agrícolas com a produção interna, só comprando do exterior quando tiver necessidade na entressafra. Inicialmente, é o que será feito com o trigo.

Rossi garantiu que, nesse processo de modernização da pasta, haverá resposta para "uma reclamação permanente" dos produtores sobre o tempo que leva para o registro de produtos, e a redução de problemas na área da certificação, com a diminuição da burocracia. "Um tema atualíssimo, que agrega valor", afirmou. 

O ministro ressaltou que a agricultura convive, em diversas áreas, com situações que levam de oito a dez anos para ser resolvidas. Ao anunciar a realização de um diagnóstico global para revisão de normas, processos, fluxos, ele disse que a imprensa poderá ajudar muito com sugestões.
 
Rossi citou a criação do Fundo Catástrofe, por decreto presidencial, entre as medidas que deram mais segurança aos produtores. "Foi uma iniciativa paralela à politica em vigor de garantia de preço mínimo e ao seguro agrícola, que barateou o custo do seguro para os produtores, pois as seguradoras não precisam cobrir prejuízos nessas situações".

As estatais ligadas à pasta, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), poderão ser afetadas pela política de reformulação do ministério. No entanto, disse Rossi, "elas têm capacidade de resposta e de adaptação mais rápida para conciliar problemas na sua área" e não estão "tão defasadas" quanto o ministério.
 
Na entrevista, o ministro comentou também o texto do novo Código Florestal, que está em tramitação na Câmara. Rossi dá "nota 10" ao relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), mas ressalta que o texto ainda pode sofrer alterações. Para ele, o código não será votado neste ano, devendo entrar, em regime de urgência, no início dos trabalhos legislativos em 2011. 

De acordo com o ministro, o texto não favorece aumento do desmatamento, nem a redução da área dos biomas, e dá segurança jurídica ao produtor, com   mudanças compatíveis com a realidade, para aumento da produção de alimentos com a preservação do meio ambiente.

Fonte: Agência Brasil


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
24/01/2020 - ESTADO - Hospital Regional de Cirurgias amplia número de atendimentos para municípios da Grande Dourados24/01/2020 - ESTADO - Hospital Regional de Cirurgias amplia número de atendimentos para municípios da Grande Dourados24/01/2020 - ESTADO - Hospital Regional de Cirurgias amplia número de atendimentos para municípios da Grande Dourados24/01/2020 - ESTADO - Sedhast vai capacitar novos conselheiros tutelares de MS; inscrição já pode ser realizada24/01/2020 - ESTADO - Monitoramento eletrônico de tornozeleira do MS é referência nacional24/01/2020 - ESTADO - Inscrições abertas: UEMS oferta 2.163 vagas no Sisu 202024/01/2020 - ESTADO - Sexta-feira de sol entre nuvens e máxima de 34°C24/01/2020 - ESTADO - Refis: faça sua adesão e tenha até 95% de desconto sobre juros e multas23/01/2020 - ESTADO - Elucidado assassinato de Ingredi com relato de ações de terror e crueldade23/01/2020 - INTERNACIONAL - Após fuga em massa de membros do PCC, novo diretor é nomeado para presídio23/01/2020 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 264523/01/2020 - ESTADO - Casal organiza festa pelo Whats e acaba preso por fornecer bebidas a menina de 13 anos23/01/2020 - ESTADO - Sisu: Medicina na UFMS de Três Lagoas tem a maior nota de corte nas universidades do Estado23/01/2020 - PARANAÍBA - ‘Guerra’ contra o Aedes segue por avenidas do município23/01/2020 - PARANAÍBA - Empresa investirá mais de R$8 milhões em Paranaíba23/01/2020 - ESTADO - UFMS oferece 210 vagas em cursinho que prepara para vestibular e prova do Enem23/01/2020 - ESTADO - Corpo de menina de 13 anos é encontrado enterrado em lavanderia com mãos e pés amarrados em MS23/01/2020 - ESTADO - Showtec: investimento em pesquisa potencializa agronegócio e safra de soja deve superar 10 milhões de toneladas em MS23/01/2020 - ESTADO - Quinta-feira com possibilidade de chuva forte em algumas regiões do Estado23/01/2020 - ESTADO - IPVA 2020: desconto de 15% vale só até o final do mês de janeiro