Notícias

0 2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 

ECONOMIA - Consórcio formado por Bunge e M. Dias Branco leva terminal de trigo no Rio

20 de abril de 2017

Por Lu Aiko Otta

Com um lance de R$ 1,180 milhão, o consórcio Maravilha, formado pela Bunge e pela M. Dias Branco, arrematou nesta quinta-feira, 20, o contrato de arrendamento, por 25 anos, do terminal de trigo no porto do Rio de Janeiro, leiloado pelo governo federal na sede da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O preço mínimo fixado no edital era R$ 1,00

Os investimentos estimados no empreendimento, entre obras e equipamentos, são de R$ 93,1 milhões. A trading foi a única participante do leilão.

De acordo com informações da Antaq, a área leiloada é de 13.453 metros quadrados. A movimentação mínima exigida no terceiro ano de contrato é 682 mil toneladas. Esse volume deverá alcançar 918 mil toneladas no vigésimo ano.

O valor total do contrato é de R$ 515,8 milhões. A concessionária pagará R$ 35.699,64 por mês a título de arrendamento fixo e R$ 1,32 por tonelada de carga movimentada.

Segundo fontes, a Bunge era a principal interessada em obter a área, depois que seu moinho, o Fluminense, foi desalojado das proximidades do porto para a construção do Porto Maravilha. A empresa aguardava o leilão havia pelo menos dois anos.

Em sua antiga instalação, bem próxima ao mar, o Fluminense triturava o trigo que chegava ao porto e era transportado por meio de uma esteira rolante que passava sob o solo. Mas, por causa do projeto de revitalização da área portuária, a Bunge precisou sair do local e construiu um novo moinho em Duque de Caxias (RJ), inaugurado no ano passado.

Após a mudança, ficou faltando um local para armazenar o trigo e organizar seu transporte para a fábrica. Hoje, é preciso desembarcar o trigo direto nos caminhões. Isso pode causar transtorno, dependendo do horário de chegada dos navios.

Segundo fontes, o objetivo da Bunge, ao participar do leilão, era obter a área no porto para a instalação do armazém. Com isso, o transporte do trigo até o moinho poderá ser feito à noite, em horários com menos trânsito. Ele atenderá não só a seu negócio, mas também a outros moinhos instalados na região.

 

0002 Construmais banner

 

Fonte: Agência Estado


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
28/04/2017 - PARANAÍBA - Servidores públicos municipais já podem sacar salário de abril28/04/2017 - GERAL - Figurinista desiste de incriminar José Mayer em caso de assédio28/04/2017 - PARANAÍBA - Prazo para regularizar situação eleitoral vence no dia 2 de maio28/04/2017 - PARANAÍBA - Carnês do IPTU 2017 já disponíveis para os contribuintes28/04/2017 - PARANAÍBA - Procon esclarece sobre espera na fila de Banco28/04/2017 - EDITAL DE PROCLAMAS N°226228/04/2017 - EDITAL DE PROCLAMAS N°226128/04/2017 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÃO DE DIRETORIA GESTÃO 2017/201928/04/2017 - GERAL - Pacientes obesos e diabéticos podem se beneficiar de aparelho de radiofrequência28/04/2017 - ECONOMIA - Empresas orientam funcionários a trabalharem em casa durante greve28/04/2017 - ECONOMIA - Doria elogia polícias e garante multa a sindicatos de rodoviários28/04/2017 - ECONOMIA - Manifestantes e taxistas se enfrentaram no Aeroporto Santos Dumont28/04/2017 - ECONOMIA - Contas de luz continuam com bandeira vermelha em maio28/04/2017 - GERAL - Incidentes e falhas na Saúde podem ser compensados com seguros "RC"28/04/2017 - GERAL - GoPharma melhora experiência de quem busca medicamentos a qualquer hora e lugar28/04/2017 - GERAL - Confluência no espaço de trabalho: o poder da cafeteria28/04/2017 - FUTEBOL - Roger avisa que rivalidade com Cruzeiro será 'alimento' para o Atlético-MG28/04/2017 - POLÍTICA - Doze cartórios de oito estados são alvo da Operação Perfídia28/04/2017 - ECONOMIA - Schlumberger anuncia resultados do primeiro trimestre de 201728/04/2017 - PARANAÍBA – Trabalhadores aderem à paralisação geral contra reforma da Previdência