Notícias

0 2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 

PARANAÍBA – Trabalhadores aderem à paralisação geral contra reforma da Previdência

28 de abril de 2017

2811

Segundo os organizadores, cerca de 800 pessoas participaram

Lucas dos Anjos

Além dos servidores públicos municipais e estaduais, participaram do ato as universidades públicas e privadas, a Polícia Civil entre outras entidades. A manifestação acontece no país todo em desfavor ao projeto do presidente Temer que trata da reforma da Previdência.

Segundo o professor Alessandro Martins do Prado, o ato surpreendeu. "Está linda a manifestação, é hora do povo acordar antes que percam todos os seus direitos", pontuou o professor.

Os organizadores da manifestação dizem estarem surpresos com o tanto de pessoas que aderiram ao ato. "Paranaíba acordou, não podemos deixar nossos direitos ir pelo ralo, está na hora de lutar antes que tenhamos que trabalhar até morrer", disse o presidente do Sindispar Antônio Marcos.

A paralisação ganhou força de munícipes que passavam pela Praça da República, no Centro da cidade. Depois dos manifestantes darem a volta na Praça, foi bloqueado o trânsito de frente à figueira. Motoristas que passavam no local foram bloqueados pela manifestação. A Polícia Militar organizou o trânsito e desviou os veículos. Motoristas que ficaram bloqueados na manifestação gostaram do ato. "Não é por cinco ou dez minutos parada aqui, é pelo meu futuro", disse uma condutora.

Entenda o foco das manifestações

A reforma trabalhista mudará profundamente a relação entre trabalhadores e empregadores. Se aprovado no Senado e sancionado pelo presidente Michel Temer, o texto atual prevê que acordos - sejam coletivos ou individuais - ganharão importância e poderão substituir a legislação sobre vários temas.

O projeto aprovado na Câmara diminui a burocracia para empresas em alguns procedimentos e tenta amenizar a avalanche de processos trabalhistas com a regulamentação de temas e aumento das hipóteses em que custos do processo trabalhista poderão ser divididos entre empregados e patrões. Direitos constitucionais, como o 13º salário, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e salário mínimo, estão preservados.

Na manhã de hoje, 28, várias cidades do Brasil saíram às ruas para manifestar em desfavor a reforma da previdência, já aprovada na câmara dos deputados. Em Paranaíba, mais de 800 pessoas de diferentes órgãos vestidas de preto simbolizando luto, manifestaram na Praça da República. Além de faixas com dizeres "Não mexam nos meus direitos", apitos e som, foi realizada panfletagem em todos os semáforos do Centro.

As escolas municipais e estaduais, a Uems, Ufms, Dam e Polícia Civil também aderiram ao manifesto e não tiveram atendimento ao público. O ato segue com uma palestra às 19h no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Os manifestantes fecharam o trânsito na Praça da República, mas logo foi organizado pela PM que fazia a segurança da manifestação.

Segundo os organizadores, o ato surpreendeu. "É muito bom ver a população aderindo, Paranaíba acordou, precisamos lutar pelos nossos direitos", disse no microfone Antônio Marcos, presidente do Sindispar.

 

2812

2813

0004 Instituto Farmacêutico710

Fonte: Jornal Tribuna Livre


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/06/2017 - ESTADO - Assaltante leva mais de R$ 20 mil em joias e imagens podem ajudar polícia23/06/2017 - ESTADO - Descubra se você é isento ou quanto paga de taxa de iluminação por mês23/06/2017 - ESTADO - Mãe pede ajuda para tratar menino de quatro anos com problema nos pés23/06/2017 - ESTADO - Durante assalto, bandido passa as mãos no corpo de jovem que é socorrida pela mãe23/06/2017 - ESTADO - Corpo de homem é encontrado com pancadas na cabeça em casa abandonada23/06/2017 - ESTADO - Família faz campanha para trazer brasileiro morto na fronteira dos EUA23/06/2017 - ESTADO - Mais uma adolescente é flagrada fazendo tráfico “formiguinha” na rodoviária de Dourados23/06/2017 - ESTADO - Expulsa de casa, idosa denuncia filha por vender móveis na internet e torturar23/06/2017 - ESTADO - Ex-policial é executado na fronteira com mais de 20 tiros de pistola e fuzil22/06/2017 - PARANAÍBA - Operação Integração faz limpa de drogas em Paranaíba22/06/2017 - PARANAÍBA - Vigilância Sanitária esclarece problema de animais soltos na cidade22/06/2017 - PARANAÍBA - Lar Escola Tereza Spinelli desenvolve projeto Sementinha22/06/2017 - PARANAÍBA - Fipar realizará I Arraial Jurídico22/06/2017 - ESTADO - Justiça nega liberdade aos ex-deputados Henrique Alves e Eduardo Cunha22/06/2017 - ESTADO - Pistoleiro em moto atira contra carro de preso que seguia para o semiaberto22/06/2017 - GERAL - Acidente entre duas ambulâncias, ônibus e carreta deixa 21 mortos na BR-10122/06/2017 - ESTADO - Emissão de carteira de motorista está paralisada em Mato Grosso do Sul22/06/2017 - ESTADO - Guarda municipal prende suspeito de estuprar filha de 1 ano para 'atingir' a ex22/06/2017 - ESTADO - Estuprador atraía com anúncio de vagas no Facebook e atacava candidatas no carro22/06/2017 - ESTADO - Homem é morto a pedradas por não pagar arma de brinquedo