Notícias

0 2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 

ESTADO - Em meio a crise, Michel Temer deve fazer pronunciamento à tarde

18 de maio de 2017

1813

O presidente Michel Temer (PMDB) deve fazer um pronunciamento oficial às 15 horas (horário de MS) desta quinta-feira. O horário da fala do presidente que desde o início da noite de ontem enfrenta crise causada por delação de Joesley Batista, dono da JBS, ainda não foi confirmado pelo Planalto.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, Temer não conseguiu cumprir todos os compromissos previstos para hoje, mesmo querendo aparentar normalidade, o presidente se reuniu durante todo o dia com políticos e assessores.

Fontes ligadas à presidência afirmam que o presidente gostaria de ter feito o pronunciamento pela manhã, mas decidiu adiar a fala oficial para a tarde na expectativa de que o STF (Supremo Tribunal Federal) retirasse o sigilo da delação e que as gravações que flagram o presidente consentindo propina ao ex-deputado Eduardo Cunnha viessem à tona.

A delação

O jornal "O Globo" informou que as conversas para a delação dos irmãos donos da JBS começaram no final de março. Os depoimentos foram coletados do início de abril até a primeira semana de maio. O negociador da delação foi o diretor jurídico da JBS, Francisco Assis da Silva, que depois também virou delator.

 De acordo com reportagem , os donos da JBS disseram na delação à PGR que gravaram o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na Operação Lava Jato.

Em gravação, feita em março, o empresário diz a Temer que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada para que permanecessem calados na prisão. Diante dessa informação, Temer diz, na gravação: "tem que manter isso, viu?"

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência disse que o presidente Michel Temer "jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Não participou nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar".

0004 Instituto Farmacêutico710

Fonte: Midiamax


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 próximo »
18/01/2018 - GERAL - Mulher morre ao sofrer choque elétrico após colocar celular para carregar em Santa Cruz do Capibaribe, PE18/01/2018 - INTERIOR - Jovem de 25 anos morre depois de bater moto em ônibus na BR-16318/01/2018 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 237218/01/2018 - INTERIOR - Colisão frontal na BR-163 deixa três feridos, um deles em estado grave18/01/2018 - ESTADO - Mulher morre atropelada por carreta na BR-163 durante a madrugada17/01/2018 - EDUCAÇÃO - Operação investiga irregularidades na concessão de bolsas de estudo17/01/2018 - ECONOMIA - Balança comercial tem superávit recorde em 2017 e atinge US$ 67 bilhões, diz FGV17/01/2018 - INTERIOR - Homem é surpreendido no meio da rua e morto com cinco tiros17/01/2018 - INTERIOR - Engenheiro que matou esposa e cometeu suicídio será sepultado no RJ17/01/2018 - GERAL - Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado amanhã, diz Inep17/01/2018 - EDITAL LICENÇA AMBIENTAL COOPAR16/01/2018 - GERAL - Pistola encontrada em apartamento no Rio é de promotor morto16/01/2018 - GERAL - Governo de Minas registra mais duas mortes por febre amarela16/01/2018 - ECONOMIA - Aumenta a oferta de emprego na indústria brasileira, diz CNI16/01/2018 - IMPLANTAÇÃO - Estado contrata empresa para obra na MS-306 por R$ 2 milhões16/01/2018 - BOMBEIROS - Novo comandante planeja expansão para o interior de Mato Grosso do Sul16/01/2018 - PONTÍFICE - Após chegada do Papa ao Chile, mais três igrejas são atacadas no país16/01/2018 - ESTADO - Rose cobra presença do Governo Federal na segurança das fronteiras16/01/2018 - POLÍTICA - MPF pede 386 anos de prisão para Cunha e 78 para Henrique Eduardo Alves16/01/2018 - GERAL - PF faz operação contra fraude na importação em MS e 18 estados