Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

ESTADO - Deputados exigem cumprimento de acordo que aumenta repasse da UEMS

19 de dezembro de 2017

 

Servidores da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) receberam a informação de que o Governo do Estado não irá cumprir o acordo que aumenta em R$ 7 milhões os recursos repassados à instituição, originados da fonte do Tesouro. Segundo eles, o Executivo disse que a receita será proveniente de outras fontes. Os deputados Cabo Almi (PT), Amarildo Cruz (PT), Paulo Siufi (PMDB), João Grandão (PT) e Pedro Kemp (PT) exigiram respeito no compromisso tratado para assegurar a qualidade do ensino da universidade.

O texto original do Projeto de Lei 233/2017 - Lei Orçamentária Anual - fixou para a instituição de ensino orçamento de R$ 207.133.000. Na semana passada, os deputados, representantes da UEMS e do governo acordaram uma Emenda Coletiva (N.º 352), acrescentando R$ 7 milhões à dotação orçamentária da universidade. “Após um longo processo de negociação, obtivemos um acordo e, agora, fomos surpreendidos com a informação de que esse recurso não será da Fonte 100 [Tesouro]. Exigimos respeito por parte do Governo do Estado”, destacou João Grandão.

Para tanto, o deputado Amarildo Cruz questionou. “Em cada gasto tem que se informar de qual fonte vai retirar o recurso. Se não for dessa, conforme está na emenda assinada pelos 24 deputados, de qual será? Não teremos como saber, portanto tem que se cumprir o que foi definido pelo documento da emenda aqui”, falou.

Cabo Almi pediu para que membros da Comissão de Orçamento e Finanças da Casa de Leis acompanhem a publicação da peça orçamentária em Diário Oficial, para que se confirme o que for votado na Assembleia Legislativa. A votação em segunda discussão do orçamento está prevista para esta terça-feira e por ter sofrido emendas ainda será votado em redação final, antes de seguir ao expediente.

Dr. Paulo Siufi (PMDB) ressaltou que o salário dos servidores da UEMS é o mais baixo entre as instituições de ensino do País. “Além de não serem bem remunerados, passam por este constrangimento em pedir aumento de rapasse todo ano. Não vamos admitir a aprovação desta Emenda Coletiva e o governo sancionar de outra forma”, afirmou Siufi.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Onevan de Matos (PSDB), disse que está ocorrendo uma precipitação por parte da UEMS. O líder do governo, deputado Professor Reinaldo (PSDB) garantiu que a Emenda será atendida pelo Estado. Pedro Kemp (PT) também lamentou a informação divergente. “Se não cumprir o acordo, o desgaste será do governo, que deverá responder à sociedade caso a UEMS não consiga honrar seus compromissos. É preciso deixar claro que estamos remanejando R$ 7 milhões da Secretaria de Governo, especificamente da publicidade, para a UEMS”, finalizou.

0902 222

Fonte: UFMS


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
19/09/2019 - INTERNACIONAL - Justiça do Japão absolve 3 ex-executivos da Usina Nuclear Fukushima 119/09/2019 - ECONOMIA - Pis/Pasep: pagamento aos nascidos em setembro começa hoje19/09/2019 - PARANAÍBA - Moradores da zona rural terão dia especial de saúde18/09/2019 - GERAL - Funcionários dos Correios suspendem greve18/09/2019 - ECONOMIA - ANP diz que está atenta a cobranças abusivas de combustíveis18/09/2019 - EDUCAÇÃO - Parceria com Suécia estimula participação de meninas na área de exatas18/09/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 260218/09/2019 - Estado - Detran-MS explica sobre as novas regras para obter a Autorização para Conduzir Ciclomotor18/09/2019 - Estado - Depois de calor recorde, estiagem pode bater média histórica dos últimos dez anos em MS18/09/2019 - Estado - Governo Presente desembarca na região Norte nesta quinta18/09/2019 - Estado - Bancada federal de MS quer destravar investimentos para implantação da Rota Bioceânica 17/09/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 260117/09/2019 - “Precisamos desjudicializar e os Cartórios são a solução para isso”, defende senadora Soraya Thronicke.17/09/2019 - POLÍTICA - Governo reduz tarifa de importação de equipamentos médicos17/09/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 260017/09/2019 - Estado - Incêndio em Refúgio Caiman começa a diminuir após seis dias17/09/2019 - Estado - Delcídio está pronto para disputar, diz Roberto Jeferson sobre candidatura em Campo Grande17/09/2019 - Estado - Campo Grande adia licitação e vai prorrogar contratos de R$ 44 milhões do tapa-buraco17/09/2019 - Estado - BID quer firmar novas parcerias com Mato Grosso do Sul17/09/2019 - Estado - Semana Nacional de Trânsito terá simuladores de embriaguez e impacto no Estado