Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 

BRASIL - Rodrigo Maia marca votação da reforma da Previdência para 19 de fevereiro

19 de dezembro de 2017

1912 12

Rodrigo Maia marca votação da reforma da Previdência para 19 de fevereiro
“Vamos ter os 308 votos. Eu disse que, quando marcasse uma data, é porque teríamos os votos”, afirmou. Para o presidente da Câmara, a mudança nas aposentadorias ajudará a atacar o desequilíbrio fiscal no País e resolver a distorção entre os sistemas público e privado

Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Presidente da câmara dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ) concede entrevista
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciou nesta quinta-feira (14) que a reforma da Previdência (PEC 287/16) será votada em Plenário no dia 19 de fevereiro. A discussão ficou marcada para começar no dia 5 de fevereiro, antes do Carnaval.

Rodrigo Maia afirmou ainda que o governo espera reunir de 320 a 330 votos favoráveis ao texto. São necessários pelo menos 308, em dois turnos de votação.

“Vamos ter os 308 votos. Eu disse que, quando marcasse uma data, é porque teríamos os votos”, afirmou. “O que é frustrante é perder, é ver derrotada uma matéria que vai impactar de forma positiva milhões de brasileiros”, continuou Maia, destacando que a reforma da Previdência ajudará a atacar o desequilíbrio fiscal no País e resolver a distorção entre os sistemas público e privado.

Ano eleitoral
Para Rodrigo Maia, será possível votar a reforma da Previdência em ano eleitoral devido à grave crise fiscal por que passa o Brasil. Ele explicou que, a partir de 2018, o investimento do Brasil será zero, e a despesa previdenciária crescerá R$ 45 bilhões.

“Precisamos continuar trabalhando, de agora até fevereiro, porque a sociedade já compreendeu a importância da reforma. Acho que o tempo vai nos ajudar a esclarecer mais ainda a sociedade de que existe um deficit, uma injustiça na Previdência brasileira”, afirmou.

“Mesmo em ano eleitoral, vamos discutir isso de forma transparente. Ou as futuras aposentadorias serão prejudicadas. Portugal cortou as aposentadorias, e a Suprema Corte de Portugal mudou o entendimento sobre direito adquirido”, disse.

Negociação
O presidente da Câmara admitiu negociar apenas um ponto da reforma da Previdência, que diz respeito a uma regra de transição para quem ingressou no serviço público antes de 2003. Ele explicou que essa mudança não vai gerar um grande impacto na economia pretendida.

“Eu já disse que tínhamos de tratar da transição dos anteriores a 2003. Há condição de fazer, porque o impacto é pequeno. Outras demandas que eles fizeram que não vão ser atendidas”, afirmou Rodrigo Maia.

Saiba mais sobre a tramitação de PECs

0005 MERCADO AMÉRICA 710

Fonte: Agência Câmara


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
21/02/2020 - ESTADO - Heleno sugere a Bolsonaro colocar povo na rua para enfrentar “chantagem” do Congresso21/02/2020 - ESTADO - Laudo da Sesau confirma água contaminada e Detran-MS responde a processo sanitário21/02/2020 - ESTADO - O Democratas Estadual de MS e o Diretório Municipal de Dourados realizam encontro de lideranças21/02/2020 - ESTADO - PRF apreende R$ 300 mil em mercadorias contrabandeadas na BR-16321/02/2020 - ESTADO - AGENDONA: Confira o que vai rolar em Campo Grande no Carnaval 202021/02/2020 - ESTADO - Sexta-feira de calor e chuva de verão em Mato Grosso do Sul21/02/2020 - ESTADO - Que tal uma prainha neste Carnaval? Descubra a beleza das praias de água doce de MS21/02/2020 - ESTADO - Carnaval: saiba como ficam os serviços públicos no feriado21/02/2020 - ESTADO - Dicas para aproveitar o carnaval de maneira saudável21/02/2020 - ESTADO - Milagres do Carnaval é tema de campanha deste ano do Detran-MS21/02/2020 - ESTADO - Operação Carnaval: evite voltar para casa a pé; DOF dá dicas de segurança20/02/2020 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 265420/02/2020 - NACIONAL - Maia rebate ministro Augusto Heleno sobre críticas ao Congresso20/02/2020 - ESTADO - Contra ICMS de Reinaldo, MBL prepara carreata para sexta em Campo Grande20/02/2020 - ESTADO - MPMS proíbe associação de municípios de gastar com parentes de prefeitos 20/02/2020 - ESTADO - Após impasse, Detran-MS contrata empresa de segurança por R$ 3,2 milhões20/02/2020 - ESTADO - Reinaldo Azambuja tira R$ 7,8 milhões de hospitais em Três Lagoas e Dourados para o HRMS20/02/2020 - ESTADO - G11 indica deputados e CCJR é formada 15 dias após volta da Assembleia20/02/2020 - ESTADO - Fora da CCJR, Catan cita ‘quebra de compromisso’ e deixa G11 da Assembleia20/02/2020 - ESTADO - Marun discute segurança na fronteira de MS com autoridades e administração de Itaipu