Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

GERAL- Petroleiros descumprem decisão do TST e anunciam início de greve de 72 horas

30 de maio de 2018

3002

A ação contra a greve dos petroleiros foi ajuizada pela Petrobras e AGU30 MAI 2018Por FOLHAPRESS08h:16 Coordenador-geral da FUP

Mesmo com a proibição do TST (Tribunal Superior do Trabalho), a FUP (Federação Única dos Petroleiros) anunciou o início da greve de 72 horas, nesta quarta-feira (30), a partir da 0h.
O descumprimento da decisão da Justiça do Trabalho divulgada nesta terça-feira (29) acarreta multa de R$ 500 mil por dia.

A ação contra a greve dos petroleiros foi ajuizada pela Petrobras e AGU (Advocacia-Geral da União).
A paralisação foi decretada ilegal. Segundo a ministra Maria de Assis Calsing, o movimento é de caráter político e de aparente abusividade.

Em vídeo publicado em redes sociais, o coordenador-geral da FUP, José Maria Rangel, disse que a decisão da Justiça do Trabalho não intimida os sindicalistas.

"Os trabalhadores não vão trabalhar, porque eles sabem o que está acontecendo dentro da Petrobras. Eles sabem que hoje está em curso um processo de entrega do patrimônio público", disse Rangel, durante plenária na CUT (Central Única dos Trabalhadores) do Rio de Janeiro.

"Então, a greve está mantida", afirmou o sindicalista.

À reportagem, Roni Barbosa, secretário nacional de Comunicação da CUT e diretor da FUP, confirmou o início da greve. "Paralisamos na Repar [Refinaria Presidente Getulio Vargas, no Paraná]", disse.

Além da Repar, a federação, em redes sociais, informou que a greve está em curso na Bacia de Campos (RJ), na Refap (RS) e em unidades da estatal em Minas, Ceará e Piauí.

A FUP critica os preços dos combustíveis e do gás e pede a saída do presidente da estatal, Pedro Parente.
A pauta de reivindicações da entidade foi criticada pela ministra do TST.

"No caso concreto, não há pauta de reivindicações que trate das condições de trabalho dos empregados da Petrobras, até porque não se vislumbra a proximidade da data-base da categoria", escreveu Casling.
A data-base dos petroleiros é em setembro.

 

03 Entre Patas e Pelos710

Fonte: Correio do Estado


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/05/2019 - ESTADO - Que o ambiente acadêmico ilumine debate da reforma da previdência e tributaria’, diz Gerson em tradicional Congresso de Direito23/05/2019 - ESTADO - Carros batem de frente, um capota várias vezes e pega fogo em rodovia23/05/2019 - PARANAÍBA - Parceria entre Prefeitura e governo estadual entregará casas à população23/05/2019 - GERAL - Desmatamento da Mata Atlântica no último ano foi o menor desde 198523/05/2019 - INTERNACIONAL - Seis brasileiros morrem por acidente de gás no Chile23/05/2019 - EDUCAÇÃO - Estudantes podem consultar vagas do Sisu23/05/2019 - ESTADO - Passageiros que viajam de ônibus terão mais comodidade para adquirir passagens23/05/2019 - ESTADO - Nova onda de frio chega em MS nesta quinta-feira (23)22/05/2019 - PARANAÍBA - Com recorde de público, ‘Brincar’ agrada pais e filhos em Paranaíba22/05/2019 - POLÍTICA - Câmara aprova MP que amplia capital estrangeiro na aviação22/05/2019 - ESTADO - Seis projetos estão previstos para serem votados na sessão desta quarta-feira22/05/2019 - ECONOMIA - Consumidores acreditam em inflação de 5,4% nos próximos 12 meses22/05/2019 - ESTADO - Ciclista é atingido por moto em rodovia e morre quatro horas depois em hospital22/05/2019 - ESTADO - Motorista de aplicativo é feito refém e fica em poder de bandidos por 13 horas22/05/2019 - INTERNACIONAL - Facebook apaga fake news e contas de extrema-direita21/05/2019 - ESTADO - A 10 dias do fim da campanha, 530 mil pessoas se vacinaram contra gripe em MS21/05/2019 - ESTADO - Com indicativo de reajuste zero, deputado defende aumento para quem ganha menos21/05/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 256121/05/2019 - GERAL - Subida do nível do mar preocupa cientistas21/05/2019 - POLÍTICA - Bolsonaro preside hoje reunião de ministros no Palácio da Alvorada