Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

POLÍTICA - "Assusta animais": prefeito veta fogos de artifícios em eventos do município

09 de outubro de 2018

0509102018Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). assina documento sobre obra de pavimentação. (Foto: Mayara Bueno).

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), afirmou, nesta terça-feira (dia 9), que vai proibir fogos de artifícios em eventos promovidos pelo município. Um decreto sobre o assunto será publicado na próxima semana, segundo o prefeito.

“Não quero fogos, assusta os animais. Já mandei fazer um decreto, em qualquer festividade e inauguração da prefeitura, proibido fogos de artifício”. Segundo o chefe do Executivo municipal há estudos científicos que comprovam que o barulho causa danos aos animais.

Ele afirmou, ainda, que “vai ver como pode estender” tal proibição, já que o decreto que será publicado é especificamente sobre eventos que a Prefeitura de Campo Grande promover, como inaugurações e outras festividades públicas.

Um dos impedimentos em estender para eventos privados é legislação federal que trata sobre livre iniciativa privada. O assunto está em discussão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que já promoveu audiência e prepara um projeto de lei a respeito do assunto.

Marquinhos disse que o a determinação sobre os fogos em eventos do município já foi dada. Após o feriado, o documento deve ser publicado.

Contudo, o chefe do Executivo municipal já determinou que não haja queima de fogos na inauguração do monumento da Maria Fumaçã, na Esplanada Ferroviária.

 

02 - Auto Elétro Modelo

Fonte: Campo Grande News


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
17/06/2019 - ESTADO - Governo prorroga até 2022 autonomia do Detran-MS para contratar obras17/06/2019 - ESTADO - Cartaz em locais públicos informando direitos de pessoas com câncer vira lei em MS17/06/2019 - INTERNACIONAL - Quênia investiga paciente com suspeita de contaminação por ebola17/06/2019 - GERAL - Universidades vão ajudar na recuperação da bacia do Rio Doce17/06/2019 - ECONOMIA - Exportações brasileiras crescem 10% em maio com vendas para os EUA17/06/2019 - POLÍTICA - PSL e PRB dominam frentes diplomáticas no Congresso17/06/2019 - GERAL - Imposto de Renda: Receita Federal paga nesta segunda restituição de idosos e de pessoas com deficiência17/06/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 256914/06/2019 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DE DIRETORIA CANAPAR14/06/2019 - POLÍTICA - Governo acaba com obrigatoriedade de simulador para tirar carteira14/06/2019 - PARANAÍBA - Educação entrega edredons e toalhas para Ceinfs municipais14/06/2019 - ESTADO - Fiscais de MS vão ao Paraná conhecer trabalho de retirada da vacinação contra febre aftosa14/06/2019 - POLÍTICA - Exoneração do ministro Santos Cruz é publicada no Diário Oficial14/06/2019 - EDUCAÇÃO - Candidatos têm até esta sexta para se inscrever no ProUni14/06/2019 - ESTADO - Após paralisação surpresa, ônibus voltam a circular em Campo Grande13/06/2019 - ESTADO - Mulher é assaltada na frente de banco e ladrões levam R$ 60 mil13/06/2019 - ESTADO - MS é líder no Centro-Oeste em número de projetos cadastrados para leilão de energia13/06/2019 - POLÍTICA - Bolsonaro vai aguardar relatório da Previdência para se manifestar13/06/2019 - INTERNACIONAL - Situação continua tensa em Hong Kong13/06/2019 - ECONOMIA - Caminhão da Serasa ajuda consumidores a renegociar dívidas