Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

POLÍTICA - Pesca, agricultura familiar e Incra devem integrar Ministério, diz Tereza

14 de novembro de 2018

Futura ministra da Agricultura, a deputada federal Tereza Cristina (DEM) se reuniu na manhã desta terça-feira (13) com o presidente eleito Jair Bolsonaro e afirmou que o ministério deverá receber novas questões como o setor de pesca, políticas relacionadas à agricultura familiar e reforma agrária.

“Juntar tudo o que estiver relacionado ao ministério e com políticas bem definidas para cada segmento, incluindo pesca, agricultura familiar, florestas plantadas, são muitas coisas que são afim e estão ligadas a outros ministérios”.Sem status de ministério, estas estruturas estão sendo gerenciadas por duas secretarias especiais que estão atualmente vinculadas ao Palácio do Planalto.

A deputada explicou também que recebeu um pedido feito diretamente Bolsonaro e haverá estudos para realizar uma reestruturação do ministério e que se tornará um superministério. “Estamos conhecendo as estruturas, vendo os encaixes, coisas que vamos ter que trazer”.

Sobre a agricultura familiar e reforma agrária, Tereza adiantou que o foco para este segmento é desenvolver a produção e disse que “é um setor que precisa muito ser desenvolvido. A gente quer que esse setor produza, tenha renda, que melhore e cresça”. “Nós vamos sentar com o pessoal do Incra, o pessoal da secretária de agricultura familiar e vamos ouvi-los com muita cautela”, acrescentou.

Tereza também ressaltou que Bolsonaro pediu para que se tenha “muita sinergia entre a agricultura e o meio ambiente”, já que as duas pastas poderiam virar uma só, mas o presidente eleito acabou recuando sobre a possibilidade. O novo ministro do Meio Ambiente deve ser anunciado até esta quarta-feira.

Durante a entrevista, questionou o resultado de projetos coordenados por ONGs (Organizações não-governamentais), se queixou sobre a falta de resposta nos processos de licenciamento ambiental e falou sobre a Projeto de Lei dos agrotóxicos.

“O legislativo é que vai votar o que ele acha que deve ser votado. Sei que, sem agrotóxico, não vai se produzir em escala nesse país”. O PL 6.299/02 foi aprovado em junho por uma comissão especial presidida pela própria Tereza Cristina na Câmara e ainda precisa passar pelo plenário.

Sobre deixar a FPA (Frente Parlamentar da Agricultura), a deputada lembrou que seu mandato vai até fevereiro do ano que vem, mas disse estar pensando em antecipar sua saída para ter mais foco no ministério. “Acho que [fico] até dezembro. Não vou deixar de vir aqui, mas agora vai ser um trabalho árduo porque o ministério é grande e tem todas as essas questões para se pensar”.

Fonte: Midiamax


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/05/2019 - ESTADO - Que o ambiente acadêmico ilumine debate da reforma da previdência e tributaria’, diz Gerson em tradicional Congresso de Direito23/05/2019 - ESTADO - Carros batem de frente, um capota várias vezes e pega fogo em rodovia23/05/2019 - PARANAÍBA - Parceria entre Prefeitura e governo estadual entregará casas à população23/05/2019 - GERAL - Desmatamento da Mata Atlântica no último ano foi o menor desde 198523/05/2019 - INTERNACIONAL - Seis brasileiros morrem por acidente de gás no Chile23/05/2019 - EDUCAÇÃO - Estudantes podem consultar vagas do Sisu23/05/2019 - ESTADO - Passageiros que viajam de ônibus terão mais comodidade para adquirir passagens23/05/2019 - ESTADO - Nova onda de frio chega em MS nesta quinta-feira (23)22/05/2019 - PARANAÍBA - Com recorde de público, ‘Brincar’ agrada pais e filhos em Paranaíba22/05/2019 - POLÍTICA - Câmara aprova MP que amplia capital estrangeiro na aviação22/05/2019 - ESTADO - Seis projetos estão previstos para serem votados na sessão desta quarta-feira22/05/2019 - ECONOMIA - Consumidores acreditam em inflação de 5,4% nos próximos 12 meses22/05/2019 - ESTADO - Ciclista é atingido por moto em rodovia e morre quatro horas depois em hospital22/05/2019 - ESTADO - Motorista de aplicativo é feito refém e fica em poder de bandidos por 13 horas22/05/2019 - INTERNACIONAL - Facebook apaga fake news e contas de extrema-direita21/05/2019 - ESTADO - A 10 dias do fim da campanha, 530 mil pessoas se vacinaram contra gripe em MS21/05/2019 - ESTADO - Com indicativo de reajuste zero, deputado defende aumento para quem ganha menos21/05/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 256121/05/2019 - GERAL - Subida do nível do mar preocupa cientistas21/05/2019 - POLÍTICA - Bolsonaro preside hoje reunião de ministros no Palácio da Alvorada