Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

POLÍTICA - Onyx confirma extinção do Ministério do Trabalho

03 de dezembro de 2018

0312201802

O ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, confirmou hoje (3) a extinção do Ministério do Trabalho a partir de 1º de janeiro, quando o presidente Jair Bolsonaro assume o Executivo nacional. Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta manhã, Onyx explicou que as atuais atividades da pasta serão distribuídas entre os ministérios da Justiça, da Economia e da Cidadania.

Segundo ele, tanto as concessões de cartas sindicais quanto a fiscalização das condições de trabalho ficarão a cargo da equipe de Sergio Moro (Justiça). Sob o guarda-chuva de Paulo Guedes (Economia) e Osmar Terra (Cidadania) serão divididas as políticas de emprego, contemplando ações voltadas para o empregador e para empresários.

Onyx afirmou que o futuro governo terá 20 ministérios funcionais e dois eventuais. Os dois últimos são estruturas com status ministerial temporariamente, de acordo com estratégias defendidas pela equipe de Bolsonaro. Trata-se do Banco Central que “quando vier a independência deixa status de Ministério” e a Advocacia-Geral da União (AGU).

Bolsonaro deve definir nos próximos dias o comando do Meio Ambiente e dos Direitos Humanos. Onyx Lorenzoni vai detalhar a nova estrutura do governo em uma entrevista coletiva marcada para esta tarde.

Parlamentares

Nesta terça-feira, Onyx acompanha o presidente eleito em conversas com bancadas parlamentares. O primeiro grupo será do MDB e PRB que, juntos, têm mais de 60 parlamentares. Na quarta-feira, será a vez das bancadas do PR e PSDB.

De acordo com o futuro ministro de Bolsonaro, os encontros têm como finalidade apresentar um modelo diferente da relação entre Executivo e Legislativo. Onyx reiterou a afirmação que vem sendo feita pelo presidente eleito de que não haverá mais a política “toma lá, dá cá”, quando cargos eram distribuídos em troca de apoio na votação de projetos prioritários.

“Ao longo dos anos esses lugares eram dados e usados para operações que eram desvio de dinheiro público. E isso não vai ter no governo Bolsonaro. Estamos criando um novo mecanismo que não existe, uma nova lógica de relacionamento de construção de maioria que passa primeiro na relação com as bancadas, depois frentes parlamentares e vamos ter coordenadores regionais”, disse.

Segundo ele, a maioria será construída com apoio a parlamentares em projetos nos seus estados, como a execução de obras e atendimento de outras emendas, além da participação em programas do governo.

Fonte: Agência Brasil


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
20/08/2019 - Parceria deve tornar Paranaíba ‘centro’ de microrregião para exames de ressonância20/08/2019 - ESTADO -João Henrique conquista novas vitórias na Assembleia Legislativa de MS20/08/2019 - ESTADO - Ministério da Saúde encaminha 20 mil doses de vacina contra sarampo para MS20/08/2019 - INTERNACIONAL - Argentina: novo ministro das Finanças prevê estabilidade do dólar20/08/2019 - POLÍTICA - Marinho: reforma da Previdência pode recuperar confiança na economia20/08/2019 - ECONOMIA - Presidente da Petrobras defende mudança na legislação do pré-sal20/08/2019 - GERAL - Nova carteira de identidade começa a ser emitida hoje em São Paulo20/08/2019 - Ministro vem a MS para reunião sobre Corredor Bioceânico na quinta-feira19/08/2019 - ESTADO - Frente fria avança em MS e Inmet faz alerta sobre queda brusca de temperatura19/08/2019 - GERAL - Paraguai destrói 9 hectares com 27 toneladas de maconha na fronteira19/08/2019 - ECONOMIA - Agropecuária nordestina ganha plano de ação para o desenvolvimento19/08/2019 - INTERNACIONAL - Hong Kong permanece sob tensão contra projeto de lei sobre extradição19/08/2019 - EDUCAÇÃO - ProUni: não matriculados têm até hoje para pedir bolsas remanescentes19/08/2019 - GERAL - Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos19/08/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 259319/08/2019 - Em Paranaíba - Femuspar encerra inscrições amanhã19/08/2019 - Paranaíba - Prefeitura repassa mais de R$ 630 mil a Santa Casa19/08/2019 - Paranaíba - Rose Modesto anuncia R$1 milhão em emenda19/08/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 259217/08/2019 - Modernidade: Vários pontos da cidade devem ganhar iluminação de led