Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

TRANSPORTES - Detran pede prazo adicional de 60 dias para implantação de nova placa

04 de dezembro de 2018

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul encaminhou na última semana ofício ao Departamento Nacional de Trânsito solicitando a prorrogação do prazo de 60 dias para a implementação da placa de identificação veicular, a chamada Placa Mercosul, para o Mato Grosso do Sul.

Conforme resolução publicada recentemente, o Departamento teria até o dia 1º de dezembro deste ano para a adoção obrigatória, no entanto, o órgão justifica a necessidade de prorrogação do prazo alegando problemas operacionais e de logísticas existentes. 

De acordo com o presidente do Detran-MS, Roberto Hashioka Soler, o Estado não possui o número suficiente de empresas credenciadas para atuar na troca das placas da frota, podendo assim atender a determinação em tempo hábil. 

Embora o Departamento tenha solicitado o prazo maior para a implantação da nova placa, o Diário Oficial da União publicou na última sexta-feira (30/11) a Resolução 748 do Conselho Nacional do Trânsito que resolve, entre outras coisas, estender o prazo para até 31 de dezembro para o Detran de Mato Grosso do Sul e de outros onze estados e Distrito Federal.

O que é a placa

A placa Mercosul foi criada para ser um padrão entre os países que formam o eixo comercial (Brasil/Uruguai/Argentina).

O primeiro modelo apresentado teria uma faixa azul, com o símbolo do Mercosul, o nome e a bandeira do país, além de sete caracteres que combinam letras e números conforme a opção de cada unidade federativa.

No Brasil, no entanto, foram inseridos dois novos elementos que não constavam na resolução assinada entre os países, a bandeira do Estado e o brasão do município. 

No último dia 28, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, determinou a retirada dos brasões dos novos modelos levando em conta o apelo da sociedade e de especialistas que avaliam a medida como desnecessária, já que eleva os valores cobrados.  A decisão também foi oficializada nesta segunda-feira pelo Governo Federal e consta na Resolução 748 do Contran. 

“Após análise técnica de viabilidade e impacto, decidimos retirar os brasões das novas Placas Padrão Mercosul. Com isso, evitaremos qualquer despesa extra aos condutores de nosso país, embora o objetivo tenha sido desde o início apenas adotar um modelo mundial de identificação veicular e proporcionar mais agilidade por parte da polícia e segurança a todos”, afirmou Baldy. 

Com a retirada dos brasões, a placa permanecerá a mesma por toda sua vida útil sem a necessidade de troca caso o proprietário se mude de município ou de Estado. 

Fonte: Correio do Estado


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
13/12/2019 - ESTADO - Indígena é preso após polícia flagrar plantação de maconha em aldeia13/12/2019 - ESTADO - Justiça Federal vai decidir destino de empresário ligado a esquema de milícia13/12/2019 - ESTADO - Aprovada: confira o que muda na aposentadoria dos servidores com a PEC de Reinaldo13/12/2019 - ESTADO - IFMS oferece 670 vagas em cursos gratuitos de Inglês, Espanhol e Libras13/12/2019 - NACIONAL - Filha de Lula é nomeada em gabinete no Senado13/12/2019 - NACIONAL - Bolsonaro: coloco no ‘pau de arara’ ministros que se envolverem em corrupção12/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263311/12/2019 - ESTADO - LOA de 2020 é aprovada pelos deputados de MS com 136 emendas11/12/2019 - ESTADO - Operação Vila Brasil: Gaeco cumpre mandados para investigar peculato e fraude em MS11/12/2019 - FAMOSOS - Claudia Rodrigues manda recado para fãs e desmente boatos de morte11/12/2019 - ESTADO - Confira mudanças na previdência de MS após PEC aprovada com nova emenda11/12/2019 - NACIONAL - Com abertura do mercado, algum efeito colateral acontece no Brasil, diz Bolsonaro11/12/2019 - NACIONAL - MEC amplia carga horária EAD de cursos superiores presenciais para até 40%10/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263510/12/2019 - ESTADO - Com máxima de 32°C chuvas continuam nesta terça-feira em MS10/12/2019 - ESTADO - Leilão da MS-306 mostra confiança do capital privado no Estado, destaca Reinaldo Azambuja10/12/2019 - ESTADO - Alerta de tempestade é emitido para 58 cidades de Mato Grosso do Sul09/12/2019 - ESTADO - R$ 152 milhões: Justiça mantém investigação da Polícia Federal sobre propina no Detran-MS09/12/2019 - ESTADO - Muitas serão acatadas, adianta Reinaldo sobre emendas à PEC da Previdência09/12/2019 - ESTADO - Médica que não comparecia a plantões no HU de Dourados terá que devolver R$ 77,5 mil