Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

COTIDIANO - Juíza recebe moção em reconhecimento a prêmio de Direitos Humanos

06 de dezembro de 2018

A juíza coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de MS, Jacqueline Machado, recebeu da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul uma Moção de Congratulação, após ser laureada, pelo Governo Federal, com o Prêmio Direitos Humanos 2018, na categoria Mulher, concedido em 21 de novembro, em Brasília.

A homenagem da Casa de Leis sul-mato-grossense partiu do presidente, o deputado estadual Junior Mochi, que apresentou para seus pares o pedido para homenagear a juíza que, de forma atuante, criou projetos para proteger as mulheres vítimas de violência praticadas por maridos, companheiros e namorados.

A homenagem destaca que, dos mais de 70 trabalhos inscritos, de todas as regiões do Brasil, na categoria Mulher, destacou-se o programa Mãos EmPENHAdas contra a Violência, que busca capacitar profissionais da área da beleza para orientar as clientes sobre seus direitos, previstos em lei.

“Diante dos excelentes resultados do projeto, com mais de 3.500 pessoas beneficiadas, resta claro que o aludido prêmio é mais do que merecido. Trata-se do reconhecimento por todo o empenho e dedicação demonstrados pela magistrada, na defesa dos direitos da Mulher”.

A juíza se diz orgulhosa de receber o reconhecimento pelo trabalho em prol das mulheres em situação de violência doméstica de MS. “O reconhecimento indica que esse projeto e todos os demais da Coordenadoria da Mulher estão fazendo a diferença na vida dessas mulheres. E, com certeza, podem fazer muito mais ainda”, disse.

Saiba mais – O programa Mãos emPENHAdas Contra a Violência é uma iniciativa inédita no país ao propor que profissionais da beleza sejam agentes no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher.

Manicures, cabeleireiras e depiladoras são multiplicadoras de informações sobre todas as formas de violência doméstica e familiar contra as mulheres, como combater e denunciar os abusos. Os estabelecimentos parceiros têm um Selo de Parceria para identificar a participação na campanha.

Fonte: Secretaria de Comunicação - TJMS


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
20/08/2019 - Parceria deve tornar Paranaíba ‘centro’ de microrregião para exames de ressonância20/08/2019 - ESTADO -João Henrique conquista novas vitórias na Assembleia Legislativa de MS20/08/2019 - ESTADO - Ministério da Saúde encaminha 20 mil doses de vacina contra sarampo para MS20/08/2019 - INTERNACIONAL - Argentina: novo ministro das Finanças prevê estabilidade do dólar20/08/2019 - POLÍTICA - Marinho: reforma da Previdência pode recuperar confiança na economia20/08/2019 - ECONOMIA - Presidente da Petrobras defende mudança na legislação do pré-sal20/08/2019 - GERAL - Nova carteira de identidade começa a ser emitida hoje em São Paulo20/08/2019 - Ministro vem a MS para reunião sobre Corredor Bioceânico na quinta-feira19/08/2019 - ESTADO - Frente fria avança em MS e Inmet faz alerta sobre queda brusca de temperatura19/08/2019 - GERAL - Paraguai destrói 9 hectares com 27 toneladas de maconha na fronteira19/08/2019 - ECONOMIA - Agropecuária nordestina ganha plano de ação para o desenvolvimento19/08/2019 - INTERNACIONAL - Hong Kong permanece sob tensão contra projeto de lei sobre extradição19/08/2019 - EDUCAÇÃO - ProUni: não matriculados têm até hoje para pedir bolsas remanescentes19/08/2019 - GERAL - Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos19/08/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 259319/08/2019 - Em Paranaíba - Femuspar encerra inscrições amanhã19/08/2019 - Paranaíba - Prefeitura repassa mais de R$ 630 mil a Santa Casa19/08/2019 - Paranaíba - Rose Modesto anuncia R$1 milhão em emenda19/08/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 259217/08/2019 - Modernidade: Vários pontos da cidade devem ganhar iluminação de led