Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

SEGURANÇA - Com aplicativo e câmeras, PRE vai monitorar rodovias "inteligentes" de MS

14 de dezembro de 2018

A Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) inaugura na próxima terça-feira o Centro de Comando e Controle (C3) que vai auxiliar na fiscalização das rodovias de Mato Grosso do Sul. A partir de uma sala de operações montada na base em Campo Grande, policiais vão monitorar as câmeras de segurança instaladas nas estradas e também um aplicativo de celular para atendimento aos motoristas. Todas as ligações de emergência a partir do número 198, de qualquer área do estado, serão direcionadas à central.

Segundo o coronel Wagner Ferreira da Silva, comandante da PRE, a estrutura vai além de uma sala com equipamentos de informática. "É um conceito de rodovia inteligente e de aparelhamento da polícia, com tecnologias que vão fortalecer a segurança nas nossas estradas", explicou. O projeto desenvolvido com a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pùblica (Sejusp) é implementado aos poucos e a primeira rodovia inteligente, em caráter experimental, será um trecho da MS-164, em Maracaju, acesso à fronteira com o Paraguai e uma das principais rotas do tráfico de drogas, de armas e do contrabando.

"Sem dúvida, é um ponto sensível escolhido estrategicamente. Mas o objetivo é expandir para todas as rodovias do estado", pontuou. Em frente à base da PRE na MS-164, foram colocadas duas câmeras de capazes de lerem placas de veículos suspeitos. Além disso, as 25 viaturas disponíveis para policiamento passam a contar com GPS, tablet com acesso à internet para compartilhamento de informações e serviço de rastreamento. Deste modo, os operadores vão saber em tempo real onde se encontram cada um dos veículos.

"Desta forma, poderemos saber qual a viatura mais próxima para darmos uma rápida resposta". O próximo passo é levar o sistema com câmeras também para Ponta Porã e Nova Andradina. Outra novidade é o lançamento de um aplicativo para celular pelo qual será possível fazer denúncias, reclamações e receber informações sobre as condições de tráfego. "Se um motorista tiver o carro roubado, por exemplo, ele pode acionar a PRE diretamente pelo aplicativo, informando a placa, antes mesmo de registrar boletim de ocorrência".

Tal aplicativo será operado por policiais que devem sempre responder às solicitações. Também será possível informar sobre obras e buracos na pista, bem como consultar a situação das rodovias. "Já estamos trabalhando neste projeto como um todo há seis meses e corrigindo as falhas", afirmou o coronel que não revelou os valores investidos neste momento, já que o plano é visto como "piloto" e a tendência é de que, caso funcione, seja ampliado. Ao todo, dois policiais por turno, comandados por oficial, vão operar o centro de controle.

CORRUPÇÃO

Ainda segundo Wagner, o reforço tecnológico na fiscalização será útil para a PRE combater a corrupção de policiais. O assunto é pertinente tendo em vista que recentes operações, tanto do Ministério Público Estadual como da Polícia Federal, prenderam PMs ligados ao contrabando e ao tráfico de drogas e que, inclusive, chefiavam organizações criminosas. "A criminalidade se reinventa, mas teremos mais meios de investigar e analisar a conduta dos policiais, principalmente com rastreamento nas viaturas e câmeras, pois sabemos por onde os militares passaram".

Fonte:


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
16/12/2019 - PARANAÍBA - Festiva de Natal e encerramento do ano letivo no C.E.P/APAE16/12/2019 - POLÍTICA - Seria uma honra ser candidata a prefeita em Campo Grande, diz Simone16/12/2019 - POLÍTICA - De olho no Governo, André passa comando do MDB e diz que não será candidato em 202016/12/2019 - ESTADO - “Mais maduro e preparado”, diz Delcídio sobre candidatura em 202216/12/2019 - ESTADO - Taxas cartorárias reduzem em até 30% valor do registro de imóveis após queda na arrecadação16/12/2019 - ESTADO - Após 7 anos, STF derruba lei de 1999 que permitiu uso de depósitos judiciais em MS16/12/2019 - ESTADO - Sanesul divulga resultado preliminar de seleção com salários de até R$ 8,4 mil16/12/2019 - NACIONAL - Neymar erra pênalti, mas PSG goleia fora e segue folgado na ponta do Francês16/12/2019 - ESPORTE - Com 2 de Cristiane, Brasil goleia o México de novo e fecha 2019 invicto com Pia16/12/2019 - ESPORTE - Luxemburgo é o novo técnico do Palmeiras e retorna pela quinta vez ao clube16/12/2019 - NACIONAL - Caminhoneiros ameaçam paralisação pelo País; movimento está divido16/12/2019 - POLÍTICA - Bolsonaro nega mudanças na equipe ministerial e elogia Weintraub16/12/2019 - POLÍTICA - Congresso pode votar proposta de Orçamento na próxima terça-feira 13/12/2019 - ESTADO - Indígena é preso após polícia flagrar plantação de maconha em aldeia13/12/2019 - ESTADO - Justiça Federal vai decidir destino de empresário ligado a esquema de milícia13/12/2019 - ESTADO - Aprovada: confira o que muda na aposentadoria dos servidores com a PEC de Reinaldo13/12/2019 - ESTADO - IFMS oferece 670 vagas em cursos gratuitos de Inglês, Espanhol e Libras13/12/2019 - NACIONAL - Filha de Lula é nomeada em gabinete no Senado13/12/2019 - NACIONAL - Bolsonaro: coloco no ‘pau de arara’ ministros que se envolverem em corrupção12/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 2633