Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

GERAL - Beto discute saúde indígena com secretários do Estado e de Campo Grande

05 de fevereiro de 2019

05022019 02

Para o parlamentar, uma das alternativas seria a Secretaria de Saúde Indígena fazer o cálculo per-capita do que gasta em cada município do Estado. “A saúde indígena está voltada mais para o transporte e não para real necessidade das comunidades. Existe um recurso que é repassado para as administrações municipais, mas apenas direcionado para a atenção básica. Quando um indígena corta a mão, por exemplo, vai para um pronto socorro como qualquer um. Este é um valor que a prefeitura gasta, mas não é ressarcida”, explicou Beto Pereira. 

O secretário municipal de Saúde de Campo Grande argumenta que existem diversas aldeias urbanas que o Ministério da Saúde não reconhece no momento em que são repassados os recursos. “Este é um dos problemas enfrentados pelas prefeituras. As aldeias urbanas devem ser previstas no programa e atenção à saúde indígena. Temos algumas em Campo Grande que também precisam de investimentos”, afirmou Brandão. 

Geraldo Resende fez um recorte histórico dos problemas enfrentados nessa área. “A secretaria de Saúde Indígena era uma boa intenção em resposta as dificuldades enfrentadas pela FUNASA, na época em que cuidava desse setor”, disse o secretário estadual de Saúde. 

“Levei a minha proposta de melhor distribuição dos recursos repassados para cuidar da saúde nas comunidades indígenas para o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que ficou de avaliar a sugestão. É a forma mais sensata. Fui prefeito duas vezes e sei que, como gestor, as soluções precisam ser práticas, rápidas e que garantam a qualidade do atendimento, sem que onerem ainda

Fonte: Assessoria de imprensa


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
25/06/2019 - ESTADO - Atuação das polícias e investimentos públicos reduzem criminalidade em 16,78% no Estado25/06/2019 - PARANAÍBA - Concurso público deve ser lançado nos próximos dias25/06/2019 - GERAL - Os políticos são nossos empregados”, diz o cantor Jorge Vercillo25/06/2019 - INTERNACIONAL - Papa Francisco vai visitar o Japão em novembro25/06/2019 - ECONOMIA - Guedes diz que preço do gás pode cair 40% e PIB industrial crescer 8,46%25/06/2019 - GERAL - Cartórios devem informar óbitos em até 24 horas, diz Bolsonaro24/06/2019 - POLÍTICA - Sergio Moro adia ida à Câmara para falar sobre troca de mensagens24/06/2019 - POLÍTICA - Governo deve apresentar mudanças na reforma da Previdência24/06/2019 - JUSTIÇA - Segunda Turma do STF adia julgamento de habeas corpus de Lula24/06/2019 - ECONOMIA - Brasileiros esperam inflação de 5,4% nos próximos 12 meses, diz FGV24/06/2019 - PARANAÍBA - ‘Eu dependo e garanto que é mais conforto’, diz paciente que andou em veículo novo da saúde24/06/2019 - PARANAÍBA - Tradicional cavalgada deve reunir mais de dez mil pessoas24/06/2019 - ESTADO - Governo sanciona reajuste de 2,1% no salário dos servidores do TCE24/06/2019 - GERAL - Educação abre cadastro de vagas para cursos técnicos de nível médio24/06/2019 - INTERNACIONAL - EUA buscam coalizão global contra Irã24/06/2019 - GERAL - Jogos de hoje definem adversário do Brasil nas quartas de final24/06/2019 - SAÚDE - Mais Médicos é reforçado em mais de mil municípios21/06/2019 - GERAL - Novo presidente dos Correios fala em fortalecimento da instituição21/06/2019 - INTERNACIONAL - Brasília comemora o Dia Internacional da Ioga21/06/2019 - ECONOMIA - Banco Central mantém juros básicos no menor nível da história