Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

PARANAÍBA - Controle de vetores intensifica ações em ‘regiões preocupantes’ sobre leishmaniose

15 de maio de 2019

1507_2

Haverá borrifação e instalação de armadilhas, além de blitze educativa

Visando inibir a proliferação do mosquito e a infecção da leishmaniose em animais, o Controle de Vetores de Paranaíba preparou para o mês de maio uma ação de inquérito canino em regiões “preocupantes”. Haverá borrifação e instalação de armadilhas, além de blitze educativa na região.

 “Cada vez mais nós temos trabalhado junto da comunidade para vencer o mosquito, porque não só o risco, mas a preocupação também é de todos, por isso precisamos de todos unidos para que nossa população não sofra”, explica o supervisor, Fábio Rogério Guimarães de Freitas.

 Fábio lembra que é muito importante que a população mantenha os terrenos limpos, evitando locais úmidos e aglomeração de materiais orgânicos. “Esses habitats são propícios a proliferação do mosquito, mas com o cuidado dos moradores é possível evitar”, disse.

 Leishmaniose Visceral

 A Leishmaniose Visceral é uma doença ainda sem cura e transmitida pela picada de insetos vetores, os flebotomíneos, popularmente chamados de “mosquito palha” ou “cangalhinha”. Eles são pequenos, de cor clara e pousam de asas abertas.

 O mosquito se contamina com o sangue de pessoas e de animais doentes, principalmente cães, e transmite o parasita às pessoas e animais sadios. Existem dois tipos de leishmaniose, a visceral e a tegumentar.

 Entre os principais sintomas da leishmaniose visceral, considerada mais grave, estão alteração do estado geral, febre, palidez, fraqueza e aumento das vísceras – principalmente do baço, do fígado e da medula óssea. Nos cães também pode haver descamação de pele e crescimento progressivo das unhas.

 Para combater os focos do mosquito, é fundamental manter terrenos limpos de resíduos orgânicos, como folhas, frutas e lixo comum – diferentemente do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikuyngunia, o mosquito-palha não precisa de água parada para se reproduzir.

 

0011supergasbras710

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Paranaíba MS


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
19/07/2019 - CHAMADA - ALTERAÇÃO DE TITULARIDADE AQUA GRANDE19/07/2019 - CHAMADA PÚBLICA DA ESCOLA ESTADUAL WLADISLAU GARCIA GOMES19/07/2019 - ESPORTE - Barcelona vai oferecer R$ 420 milhões mais dois jogadores por Neymar19/07/2019 - GERAL - Operação da Receita Federal identifica grupo que sonegava impostos19/07/2019 - POLÍTICA - Governo lista 47 ações realizadas em 200 dias de gestão 19/07/2019 - GERAL - Distribuidoras poderão vender gás de cozinha diretamente ao consumidor19/07/2019 - INTERNACIONAL - Pedidos de refúgio aumentam 6% na Alemanha19/07/2019 - EDUCAÇÃO - Canditados na lista de espera do ProUni devem comprovar informações19/07/2019 - ESTADO - Justiça concederá danos morais a paciente que aguardar mais de 60 dias por radioterapia19/07/2019 - ECONOMIA - Petrobras baixa gasolina em R$ 0,03 e diesel em R$ 0,0418/07/2019 - POLÍTICA - Anúncio sobre saques do FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx18/07/2019 - GERAL - MP devolve à Polícia Civil inquérito sobre tragédia no Ninho do Urubu18/07/2019 - SAÚDE - Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas18/07/2019 - INTERNACIONAL - Incêndio criminoso deixa pelo menos 16 mortos no Japão18/07/2019 - ECONOMIA - Propostas de reforma tributária são convergentes, diz Guedes18/07/2019 - ESTADO - Governador sanciona lei que proíbe canudos de plástico no comércio em MS18/07/2019 - ESTADO - Governo veta projeto que proíbe condenados na lei Maria da Penha de participarem de programas habitacionais17/07/2019 - INTERNACIONAL - Governo do Uruguai assumirá setor de gás após saída da Petrobras17/07/2019 - PARANAÍBA - Miziara assina convênio de R$36 mil com a Apae17/07/2019 - PARANAÍBA - Em uma semana, 62 pessoas vão receber implantes dentários gratuitos