Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

ESTADO - MS é líder no Centro-Oeste em número de projetos cadastrados para leilão de energia

13 de junho de 2019

1304_1

Campo Grande (MS) – Com 15 projetos e oferta de geração de 964 MW, Mato Grosso do Sul tem o maior número de propostas cadastradas, na região Centro-Oeste, para participação do Leilão de Energia Nova “A-6” de 2019. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia em maio deste ano, o Leilão está previsto para ser realizado em 17 de outubro, com participação das fontes eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa, carvão mineral nacional e gás natural e hidrelétrica com capacidade instalada de 1 a 50 MW.

A informação foi divulgada pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética) na terça-feira (11). Ao todo, a EPE cadastrou 1.829 empreendimentos para o Leilão A-6 de 2019, com oferta de 100 GW, a maior já registrada para os leilões de energia no país. Na região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul lidera em número de projetos (15) e de oferta de energia (964 MW). São 8 fotovoltaicas, com oferta de geração de 450W; 2 PCH’s (48 MW); 4 térmicas a Biomassa 4 (200 MW) e 1 térmica a Gás Natural 1 (266 MW). Em Goiás, foram cadastrados 12 projetos, com oferta de 313 MW e em Mato Grosso, 13 projetos (375 MW).

“É animador o número de projetos cadastrados em Mato Grosso do Sul, bem como o volume de oferta. É fundamental, por exemplo, para a concretização de um importante investimento no setor de geração de energia em nosso Estado, que é a termelétrica em Ladário e que deve gerar 266 MW para a região”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

No início do mês de junho, foi assinado em Santa Cruz de la Sierra, entre o governo do Estado e a estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos S/A (YPFB), garantindo o fornecimento de 1,1 milhão de metros cúbicos por dia para a Termelétrica Fronteira, em Ladário.

Os projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis, como as usinas de energia fotovoltaicas e das usinas térmicas a biomassa, também foram destacados pelo titular da Semagro. “Temos estimulado os projetos de fontes renováveis com os termos de referência acessíveis para obtenção de licenciamento ambiental prévio desse tipo de empreendimento, além de linha de crédito específica no FCO, para pessoa física e pessoa jurídica. Ações fundamentais para garantir a participação desses projetos nos leilões de energia”, afirmou.

Por fim, o secretário destaca o empenho do governador Reinaldo Azambuja junto ao governo federal para a realização de novos leilões de energia. “Tivemos o cancelamento dos certames anteriores, por uma série de fatores. Agora, com uma série de ações do governo federal para reaquecer a economia do país já temos uma sinalização positiva, que é a realização do leilão. Esperamos que o mercado responda de forma a viabilizar a instalação desses investimentos”, finalizou Jaime Verruck.

De acordo com a EPE, do total de projetos cadastrados, 74,7% optaram por aproveitar o cadastramento oriundo do Leilão de Energia Nova A-4 de 2019, conforme preconizado no art. 3°, §§3° e 4º, da Portaria MME nº 222/2019. Esses projetos foram dispensados da reapresentação da totalidade dos documentos, desde que mantidas inalteradas suas características técnicas em relação aos projetos cadastrados no Leilão A-4 de 2019. Nesses casos, os empreendedores realizam todo o processo exclusivamente por meio do Sistema AEGE e eventuais documentos complementares deverão ser enviados à EPE.

Esse procedimento traz otimização ao processo de análise técnica, diminuindo a necessidade de retrabalho e aumentando sua eficiência, tanto para os empreendedores quanto para a EPE, permitindo um cronograma mais enxuto para o leilão.

Marcelo Armôa – Assessoria de Comunicação da Semagro

 

0004 Instituto Farmacêutico710

Fonte: Portal do MS


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
16/07/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 257916/07/2019 - POLÍTICA - Bolsonaro participa de reunião do Conselho de Governo16/07/2019 - ESTADO - Terça deve ter queda de temperatura e chuvas isoladas na maior parte de MS16/07/2019 - ESTADO - Trabalhador foge de carvoaria em MS onde foi mantido como escravo16/07/2019 - POLÍTICA - Governo vai instalar 1 mil radares em rodovias federais, diz ministro16/07/2019 - PARANAÍBA - Prefeitura e UFMS oferecem assessoria para pequenos produtores16/07/2019 - ECONOMIA - União pagou R$ 4,25 bilhões de dívidas de estados no primeiro semestre16/07/2019 - GERAL - Governo libera verba para casas atingidas por rachaduras em Maceió16/07/2019 - JUSTIÇA - Acordo entre Vale e MPT indenizará famílias de vítimas de Brumadinho16/07/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 257815/07/2019 - ESTADO - Instituída Frente em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio15/07/2019 - ESTADO - Flagrado pedindo propina a paciente de MS, ginecologista foi denunciado por abuso sexual em 201615/07/2019 - ECONOMIA - Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 201915/07/2019 - INTERNACIONAL - Irã se diz disposto a negociar se EUA retirarem sanções15/07/2019 - POLÍTICA- Câmara pode votar destaques à nova Lei de Licitações15/07/2019 - SAÚDE - Composto de planta da Mata Atlântica combate leishmaniose e Chagas15/07/2019 - ECONOMIA - Receita paga hoje restituições do 2º lote do Imposto de Renda15/07/2019 - EDUCAÇÃO - Prazo para participar da lista de espera do ProUni começa hoje15/07/2019 - PARANAÍBA - Com investimento de 2,2 milhões ponte do rio Barreiro está sendo finalizada12/07/2019 - EDUCAÇÃO - Termina hoje prazo para complementar inscrição no Fies