Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

ESTADO - Três câmaras em MS terão que devolver R$ 480 mil por uso indevido

19 de junho de 2019

1907_1

As devoluções foram determinadas após serem constatados pagamentos acima do permitido, remuneração indevida de sessões extraordinárias e pagamento de diárias irregulares aos vereadores.

As Câmaras de Vereadores de Sonora, Ribas do Rio Pardo e Costa Rica terão de devolver R$ 480 mil aos cofres públicos após terem processos impugnados pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), na 17ª sessão ordinária do Tribunal Pleno, realizada nesta terça-feira (18). As devoluções foram determinadas após serem constatados pagamentos acima do permitido, remuneração indevida de sessões extraordinárias e pagamento de diárias irregulares aos vereadores.

Na análise da prestação de contas anual da Câmara de Sonora, referente ao exercício de 2014, foram apontadas violações à Constituição Federal, à Lei de Responsabilidade Fiscal e à portaria 339/2001 da Secretaria do Tesouro Nacional.

Além disso, os conselheiros verificaram pagamento de subsídios acima do permitido, o que levou ao pedido de devolução de R$ 53,6 mil pagos pelo Legislativo. O presidente da Câmara à época, vereador Jansen Peixoto Barbosa (PTB), terá que fazer a devolução.

Ele foi multado ainda em 180 Uferms, correspondentes a R$ 5.126,40, por não devolução de saldo do duodécimo ao Executivo no final do exercício, e por movimentação de recursos em instituição financeira não oficial. Da decisão cabe recurso.

Ribas do Rio Pardo

Processo relatado pelo conselheiro Jerson Domingos sobre auditoria feita na Câmara de Ribas do Rio Pardo referente ao exercício 2015 também foi julgada irregular. Além de multa de 50 Uferms, que somam R$ 1.424,00, o presidente da Câmara à época, vereador Sebastião Roberto Collis (MDB), terá de devolver R$ 81 mil usados no pagamento indevido de sessões extraordinárias aos vereadores e suplentes.

Costa Rica

O maior valor impugnado na sessão foi referente a auditoria na Câmara de Vereadores de Costa Rica no exercício de 2016: R$ 346 mil. O valor impugnado é referente ao pagamento de diárias aos vereadores em desacordo com o ordenamento legal e deverá ser ressarcido pelo presidente à época, vereador Averaldo Barbosa da Costa (MDB).

Ele também foi multado em 200 Uferms, R$ 5.696,00, por autorizar o pagamento das diárias sem critérios objetivos, com informações faltantes nos relatórios e prestações de contas. Além da devolução e multa, o conselheiro Jerson Domingos recomendou ao atual presidente que observe os princípios da moralidade, legalidade, economicidade e eficiência na concessão de diária aos vereadores.

Na sessão desta terça-feira (18) foram julgados na sessão 76 processos, incluindo recursos ordinários, auditorias, embargos de declaração e pedidos de revisão e prestação de contas de gestão, sob a condução do presidente do TCE, conselheiro Iran Coelho das Neves. (Com assessoria)

 

0014 Drogaria Super Popular 710 300

Fonte: Mídia Max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
12/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263311/12/2019 - ESTADO - LOA de 2020 é aprovada pelos deputados de MS com 136 emendas11/12/2019 - ESTADO - Operação Vila Brasil: Gaeco cumpre mandados para investigar peculato e fraude em MS11/12/2019 - FAMOSOS - Claudia Rodrigues manda recado para fãs e desmente boatos de morte11/12/2019 - ESTADO - Confira mudanças na previdência de MS após PEC aprovada com nova emenda11/12/2019 - NACIONAL - Com abertura do mercado, algum efeito colateral acontece no Brasil, diz Bolsonaro11/12/2019 - NACIONAL - MEC amplia carga horária EAD de cursos superiores presenciais para até 40%10/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263510/12/2019 - ESTADO - Com máxima de 32°C chuvas continuam nesta terça-feira em MS10/12/2019 - ESTADO - Leilão da MS-306 mostra confiança do capital privado no Estado, destaca Reinaldo Azambuja10/12/2019 - ESTADO - Alerta de tempestade é emitido para 58 cidades de Mato Grosso do Sul09/12/2019 - ESTADO - R$ 152 milhões: Justiça mantém investigação da Polícia Federal sobre propina no Detran-MS09/12/2019 - ESTADO - Muitas serão acatadas, adianta Reinaldo sobre emendas à PEC da Previdência09/12/2019 - ESTADO - Médica que não comparecia a plantões no HU de Dourados terá que devolver R$ 77,5 mil09/12/2019 - POLÍTICA - Parecer sobre PEC de Reinaldo deve ser entregue em reunião extraordinária09/12/2019 - POLÍTICA - Simone tem bens desbloqueados pela Justiça Federal de MS em ação de improbidade09/12/2019 - ESTADO - Redução no ICMS do álcool favorece setor com doadores eleitorais tradicionais de Reinaldo09/12/2019 - ESTADO - PGE, CGE e parceiros realizam 1º Congresso Internacional de Compliance Público09/12/2019 - ESTADO - Primeira-dama promove dia D para encerrar Campanha de Natal dos Servidores09/12/2019 - ESTADO - Concessão da MS-306 vai gerar vagas de empregos e progresso para região