Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 

ECONOMIA - Guedes diz que preço do gás pode cair 40% e PIB industrial crescer 8,46%

25 de junho de 2019

2502_2

O ministro da Economia, Paulo Guedes, avaliou nesta segunda-feira, 24, que as mudanças no mercado de gás brasileiro, aprovadas nesta segunda pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), representam uma quebra de monopólios na produção e distribuição do insumo no País. Cálculos do governo citados por Guedes e pelo ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, apontam que o preço do gás pode cair 40% e o Produto Interno Bruto (PIB) industrial pode avançar 8,46% em dois anos. “Se cair 50% o preço da energia, PIB industrial pode subir 10,5%”, estimou Guedes.

O ministro afirmou que a quebra do monopólio do gás é um movimento de mercado, mas o governo federal não vai socorrer os Estados. “Para fazer plano do gás não tem dinheiro do governo. A cessão onerosa é cessão onerosa; novo mercado do gás é o novo mercado de gás; não tem toma la dá cá”, afirmou. Guedes citou que vários Estados já sinalizaram à quebra do monopólio interno do insumo, entre eles Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo e Sergipe. Isso justificaria, segundo ele, o fato de a medida ser tomada pelas unidades da federação, com o suporte federal.

“Se conversássemos com Estados e criássemos uma lei (para gás), poderia durar dois anos. Se tiver Estado que quer quebrar monopólio, vamos conversar”, afirmou. Guedes. Para ele, além da produção atual, Bolívia, Argentina e o pré-sal “vão alimentar” a oferta do gás.

O ministro avaliou que a Petrobras, que já não tem monopólio do petróleo há anos, não deverá se opor à medida. Também, segundo ele, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) não deverá ser contra. “Estamos muito mais preocupados com os brasileiros do que com monopolistas. O Cade não vai impedir algo a favor da concorrência e acho que o presidente da Petrobras também não será contra.”

 

0004 Instituto Farmacêutico710

Fonte: Mídia Max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
25/05/2020 - PARANAÍBA - Adolescente foge após ser flagrado invadindo residência no jardim Primavera25/05/2020 - PARANAÍBA – Jovem de 20 anos faz festa com som alto e convidados e é levada para delegacia25/05/2020 - PARANAÍBA – Mulher volta de viagem e descobre que casa foi invadida e que a TV foi levada25/05/2020 - PARANAÍBA - PARANAÍBA – Mulher se nega a praticar relações sexuais com namorado e acaba sendo agredida25/05/2020 - POLICIAL - Mulher é submetida a quase uma hora de agressões e ameaças de morte pelo ex-marido25/05/2020 - POLICIAL - Mulher é presa por matar o sobrinho com tiro na cabeça após ele ameaçar a avó25/05/2020 - ESTADO - Em novo recorde, MS tem mais 99 doentes em 24 horas e atinge 1023 casos de coronavírus25/05/2020 - ESTADO - Com 5ª maior incidência de coronavírus do Brasil, MS terá lockdown severo em cidades ‘teimosas’25/05/2020 - EDITAL DE PROCLAMAS N°268125/05/2020 - EDITAL DE PROCLAMAS N°267825/05/2020 - PARANAÍBA – Homem baleado por “Boi” apresenta melhora e já respira sem ajuda de aparelhos25/05/2020 - PARANAÍBA - Secretário de finanças destaca queda na arrecadação no Município25/05/2020 - POLICIAL - Rapaz denuncia namorada por agressão com mordidas25/05/2020 - POLICIAL - Amigo vai fazer visita e encontra homem morto em cima da cama25/05/2020 - ESTADO - Cidades registram geada e sensação térmica chega a -2ºC em MS24/05/2020 - PARANAÍBA - Homem é baleado por empresário ao lado do Raffa's24/05/2020 - Semagro viabiliza a produção de 2.400 EPIs para profissionais na linha de frente de combate ao coronavírus24/05/2020 - POLÍTICA - Brasilândia e Fátima do Sul querem decretar estado de calamidade24/05/2020 - CIDADES - Coronavírus já chegou a mais da metade dos municípios de MS24/05/2020 - POLÍTICA - Projeto prevê multa para quem divulgar fake news sobre pandemia