Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

POLÍTICA - CNMP decide que não há ilegalidades em mensagens entre Deltan e Moro

28 de junho de 2019

2803_2

O corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Orlando Rochadel Moreira, decidiu hoje (27) arquivar pedido de abertura de reclamação disciplinar contra o procurador Deltan Dallagnol e outros integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato. O procedimento chegou ao conselho após a divulgação de supostas conversas entre Dallagnol e o então juiz Sergio Moro, divulgadas pelo site The Intercept.

Ao analisar o caso, o corregedor entendeu que, mesmo diante de dúvidas sobre a veracidade das conversas, não houve nenhuma conduta ilegal de Deltan no caso. Além disso, Orlando Rochadel disse que as mensagens são ilegais e foram obtidas "à revelia de qualquer autorização judicial e com infração do direito à intimidade dos interlocutores".

"Contatos com as partes de processos e procedimentos, advogados e magistrados, afiguram-se essenciais para a melhor prestação de serviços à sociedade. Igualmente, pressupõe-se para os membros do Ministério Público a mesma diligência da honrosa classe dos advogados que vão despachar processos e conversam, diariamente, com magistrados. Em resumo, ainda que as mensagens em tela fossem verdadeiras e houvessem sido captadas de forma lícita, não se verificaria nenhum ilícito funcional", decidiu o corregedor.

O pedido de abertura da reclamação disciplinar foi feito pelos conselheiros Luiz Fernando Bandeira de Mello, Gustavo Rocha, Erick Venâncio Lima do Nascimento e Leonardo Accioly da Silva, integrantes das cadeiras da OAB, do Senado e da Câmara dos Depurados no CNMP, além de uma petição protocolada pelo Psol.

Desde a publicação das supostas mensagens, o ministro Sergio Moro afirma que não reconhece a autenticidade dos diálogos e diz que as mensagens podem ter sido "editadas e manipuladas" por meio de ataques de hackers.

 

0007 Volte sorrir 710

Fonte: Agência Brasil


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/10/2019 - Demandas da assistência social no Centro-Oeste são abordadas em encontro na Capital23/10/2019 - TRF-4 decidirá no dia 30 se mantém condenação de Lula no caso do sítio23/10/2019 - Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada americana para continuar como líder do PSL23/10/2019 - Benefícios fiscais do Governo do Estado para JBS são alvo de nova investigação em MS23/10/2019 - Professora de MS recebe título de Embaixadora Universal da Cultura pela UNESCO23/10/2019 - Ativistas do Greenpeace são presos em protesto no Palácio do Planalto23/10/2019 - Idade mínima, tempo de contribuição e regras de transição são destaques da Nova Previdência23/10/2019 - Temperaturas voltam a subir nesta quarta-feira23/10/2019 - MS sobe no ranking de competitividade com destaque para solidez fiscal e potencial de mercado22/10/2019 - Com dificuldade para andar, Zeca deixa presidência do PT em MS22/10/2019 - MC Gui tem show cancelado em MS após rir de criança com câncer na Disney22/10/2019 - Adiantou: saques do FGTS para quem nasceu em fevereiro e março começam na sexta22/10/2019 - Presos tentavam extorquir até R$ 5 milhões de políticos e médicos de Campo Grande22/10/2019 - Estado - Com iniciativas de sucesso, Criança Feliz em MS recebe visita de consultora da Unesco22/10/2019 - Estado - Revisão de Norma Técnica dos Bombeiros Militares beneficiará cerca de 80% dos estabelecimentos em MS22/10/2019 - Estado - Educação de MS fica entre as dez melhores do País em ranking de competitividade22/10/2019 - ECONOMIA - Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras22/10/2019 - POLÍTICA - Previdência segue para fase final no plenário do Senado22/10/2019 - GERAL - Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha22/10/2019 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA PARA ELEIÇÕES DA DIRETORIA DA APAE