Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

ECONOMIA- Novo relatório da reforma da Previdência mantém economia de R$ 1 tri

03 de julho de 2019

0303_3

Fim de isenção a exportadores rurais continuará impacto fiscal

O fim da isenção da contribuição previdenciária a exportadores rurais permitirá manter a economia com a reforma da Previdência acima de R$ 1 trilhão em dez anos. Segundo o relator da proposta na comissão especial da Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), o impacto fiscal corresponderá a R$ 1,074 trilhão no período.

A estimativa inclui a redução de despesas de R$ 933,9 bilhões e aumento de receitas (por meio de alta de tributos e fim de isenções) de R$ 137,4 bilhões. A proposta original, enviada pelo governo em fevereiro, previa uma economia de R$ 1,236 trilhão em uma década, mas não incluía elevação de receitas.

A primeira versão do relatório tinha reduzido a economia de R$ 1,13 trilhão com o remanejamento para a Previdência Social de R$ 214 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O relator, no entanto, desistiu da ideia após críticas da equipe econômica e do Congresso.

Do lado das despesas, o novo relatório projeta economia de R$ 688 bilhões com o Regime Geral da Previdência Social (RGPS), que paga as aposentadorias da iniciativa privada e das estatais; R$ 136 bilhões no Regime Próprio dos Servidores Federais; R$ 74 bilhões com a redução da faixa de renda para receber o abono salarial e R$ 33 bilhões com uma medida para combater fraudes no Benefício de Prestação Continuada (BPC), também incluída hoje no relatório.

Do lado da arrecadação, Moreira incluiu na proposta o fim da isenção das contribuições dos exportadores rurais para a Previdência Social, que deverá reforçar o caixa do governo em R$ 83,9 bilhões em uma década. A elevação de 15% para 20% da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos deverá gerar R$ 53,5 bilhões em receitas.

 

0005 MERCADO AMÉRICA 710

Fonte: Agência Brasil


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/10/2019 - Demandas da assistência social no Centro-Oeste são abordadas em encontro na Capital23/10/2019 - TRF-4 decidirá no dia 30 se mantém condenação de Lula no caso do sítio23/10/2019 - Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada americana para continuar como líder do PSL23/10/2019 - Benefícios fiscais do Governo do Estado para JBS são alvo de nova investigação em MS23/10/2019 - Professora de MS recebe título de Embaixadora Universal da Cultura pela UNESCO23/10/2019 - Ativistas do Greenpeace são presos em protesto no Palácio do Planalto23/10/2019 - Idade mínima, tempo de contribuição e regras de transição são destaques da Nova Previdência23/10/2019 - Temperaturas voltam a subir nesta quarta-feira23/10/2019 - MS sobe no ranking de competitividade com destaque para solidez fiscal e potencial de mercado22/10/2019 - Com dificuldade para andar, Zeca deixa presidência do PT em MS22/10/2019 - MC Gui tem show cancelado em MS após rir de criança com câncer na Disney22/10/2019 - Adiantou: saques do FGTS para quem nasceu em fevereiro e março começam na sexta22/10/2019 - Presos tentavam extorquir até R$ 5 milhões de políticos e médicos de Campo Grande22/10/2019 - Estado - Com iniciativas de sucesso, Criança Feliz em MS recebe visita de consultora da Unesco22/10/2019 - Estado - Revisão de Norma Técnica dos Bombeiros Militares beneficiará cerca de 80% dos estabelecimentos em MS22/10/2019 - Estado - Educação de MS fica entre as dez melhores do País em ranking de competitividade22/10/2019 - ECONOMIA - Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras22/10/2019 - POLÍTICA - Previdência segue para fase final no plenário do Senado22/10/2019 - GERAL - Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha22/10/2019 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA PARA ELEIÇÕES DA DIRETORIA DA APAE