Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

INTERNACIONAL - Governo do Uruguai assumirá setor de gás após saída da Petrobras

17 de julho de 2019

A Petrobras finalizará as operações no Uruguai e o Estado do país vizinho assumirá, temporariamente, a gestão do setor de gás. A empresa brasileira e o governo uruguaio chegaram ontem (16) a um consenso sobre o conflito que se arrasta há anos. De acordo com o ministro do Trabalho do Uruguai, Ernesto Murro, a gestão temporária será feita "de forma indireta por meio de uma empresa privada de capital estatal".

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, se reuniram ontem (16), em Santa Fé, na Argentina, a fim de buscar uma solução definitiva para a disputa que envolve as concessões das subsidiárias Conecta e MontevideoGas, responsáveis pela distribuição de gás no interior e na capital, respectivamente.

O presidente Vázquez afirmou que a Petrobras foi autorizada a se retirar do país em troca de não exigir compensações por parte do Uruguai.

“A Petrobras se retira e não reclama absolutamente nada ao Uruguai. Todos os bens que estão no país passam a ser do Estado uruguaio. Faremos a gestão da empresa até que possamos conseguir novos investimentos, porque Uruguai fica com 100% das ações tanto da Conecta como da MontevideoGas".

A Petrobras possui 100% da subsidiária MontevideoGas e 55% da Conecta. Os outros 45% pertencem à Ancap, empresa estatal uruguaia de energia.

Alejandro Acosta, representante do sindicato do gás, afirmou à Agência Brasil, que a greve geral dos trabalhadores, iniciada no dia 10 de junho, será encerrada a partir da próxima sexta-feira (19). A decisão foi tomada hoje, em uma assembleia geral. Os grevistas reivindicavam a retirada da empresa do país e a reintegração de trabalhadores demitidos.

Ontem, Tabaré Vázquez afirmou que os trabalhadores serão mantidos. “Garantimos o fornecimento de gás à população em geral e à indústria uruguaia e também asseguramos os postos de trabalho de todos os trabalhadores da Conecta e da MontevideoGas”.

A nota divulgada pela assessoria da empresa brasileira afirma que as medidas administrativas para o encerramento das concessões serão tomadas até o dia 30 de setembro de 2019 e " as partes adotarão as providências necessárias para pôr fim aos litígios pendentes, sem pleitos adicionais de qualquer espécie".

De acordo com a Petrobras, será formado um grupo de trabalho com representantes das partes envolvidas, em articulação com os presidentes, para que se concretize o acordo.

As concessões das distribuidoras de gás no Uruguai ocorreram em 1994 (Distribuidora de Gás de Montevideo S.A.) e 1999 (Conecta S.A.). As mudanças nas condições de exportação do gás argentino para o Uruguai causaram restrição de abastecimento e desequilíbrio econômico-financeiro nos contratos das duas distribuidoras, principalmente a partir de 2008 e piorou em 2017, segundo a Petrobras.

Em comunicado emitido em abril, a Petrobras demonstrou a intenção de deixar o país alegando que suas operações no Uruguai eram deficitárias. A disputa entre trabalhadores e a empresa se acirrou, com a ocupação da sede da Petrobras por trabalhadores, greve de fome de três funcionários, paralisações e muitas rodadas de negociação.

À época, a empresa brasileira afirmou ter investido US$ 112 milhões nos últimos 15 anos, tendo um prejuízo de US$ 116 milhões no mesmo período.

 

 

Fonte: Agência Brasil


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
14/11/2019 - Estado - Durante a XI Cúpula do Brics, Brasil fecha acordo e vai exportar melão para China14/11/2019 - Estado - Tereza Cristina assina convênio com intuito de ampliar assistência a pequenos agricultores14/11/2019 - Estado - Educação abre seleção com 180 vagas e salários de até R$ 1,4 mil14/11/2019 - Estado - IFMS registra mais de 4 mil candidatos para Exame de Seleção14/11/2019 - Estado - Governo anuncia leilão com 44 lotes de caminhões e maquinários agrícolas14/11/2019 - Estado - Grupos de voluntariado podem se cadastrar para atuar na UFMS14/11/2019 - Estado - Mês da Consciência Negra: Festival de Cinema propõe reflexão sobre o tema14/11/2019 - Estado - Véspera de feriado será de tempo instável e chuva em todo MS14/11/2019 - Brasil - Aliança pelo Brasil, novo partido de Bolsonaro, já está nas redes sociais e tem mais de 100 mil curtidas14/11/2019 - Estado - Garotinha de 7 anos faz campanha de Natal para crianças internadas no HU14/11/2019 - GERAL - Nova vítima do rompimento da barragem de Brumadinho é encontrada14/11/2019 - PARANAÍBA - Novembro Azul: homens terão horário especial de atendimento14/11/2019 - INTERNACIONAL - Militantes em Gaza atacam Israel com foguetes após cessar-fogo14/11/2019 - Estado - Concurso: UEMS abre vagas para professores em Cassilândia e Dourados14/11/2019 - Estado - Confira abre e fecha de serviços públicos e evite correria pré-feriado14/11/2019 - Estado - Trade turístico de Corumbá, maior destino de pesca, manifesta apoio à cota zero14/11/2019 - Estado - Cerca de 1,2 mil participantes são esperados no 6º Eco Pantanal Extremo14/11/2019 - Estado - Reinaldo Azambuja participa de aberturas de Pantanal Extremo e FASP 201913/11/2019 - ESTADO - Deputado João Henrique defende a população e vota contra aumento de impostos13/11/2019 - ECONOMIA - China é o principal destino das exportações brasileiras, aponta FGV