Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

ESTADO - STF dá 10 dias para deputados e Reinaldo falarem sobre redução no salário de professores

09 de agosto de 2019

Fetems entrou com uma ADIN contra lei apresentada pelo governo e aprovada pelos deputados

O STF (Supremo Tribunal Federal) deu prazo de 10 dias para o Governo de Mato Grosso do Sul e a Assembleia Legislativa se manifestarem sobre a ação, movida pela Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação Pública de MS), contra a lei que diminuiu o salário dos professores contratados.

De praxe, a medida antecede o julgamento, por parte do Supremo, da ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) apresentada pela Federação. As duas instituições são citadas porque o projeto partiu do Estado e a aprovação dele ocorreu no Legislativo estadual.

A ação é contra a Lei Complementar nº 266/2019, aprovada em julho, e questiona o artigo 17-B, que trata da remuneração a ser paga para o professor convocado, aquele que não passa por concurso público. Os professores pediam urgência no julgamento, mas o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, concluiu que o caso ‘não se enquadra na previsão do artigo 13’, que trata de situações que são de competência do presidente o julgamento de questões urgentes nos períodos de recesso ou férias.

Na Assembleia Legislativa, a proposta recebeu 14 votos favoráveis e 7 contrários. A medida também alonga o reajuste dos professores concursados de 2022 para 2025. A lei foi sancionada no dia seguinte à aprovação e os convocados passarão a receber 32,5% a menos que quem passou por concorrência pública.

 

Fonte: Midia max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
23/10/2019 - Demandas da assistência social no Centro-Oeste são abordadas em encontro na Capital23/10/2019 - TRF-4 decidirá no dia 30 se mantém condenação de Lula no caso do sítio23/10/2019 - Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada americana para continuar como líder do PSL23/10/2019 - Benefícios fiscais do Governo do Estado para JBS são alvo de nova investigação em MS23/10/2019 - Professora de MS recebe título de Embaixadora Universal da Cultura pela UNESCO23/10/2019 - Ativistas do Greenpeace são presos em protesto no Palácio do Planalto23/10/2019 - Idade mínima, tempo de contribuição e regras de transição são destaques da Nova Previdência23/10/2019 - Temperaturas voltam a subir nesta quarta-feira23/10/2019 - MS sobe no ranking de competitividade com destaque para solidez fiscal e potencial de mercado22/10/2019 - Com dificuldade para andar, Zeca deixa presidência do PT em MS22/10/2019 - MC Gui tem show cancelado em MS após rir de criança com câncer na Disney22/10/2019 - Adiantou: saques do FGTS para quem nasceu em fevereiro e março começam na sexta22/10/2019 - Presos tentavam extorquir até R$ 5 milhões de políticos e médicos de Campo Grande22/10/2019 - Estado - Com iniciativas de sucesso, Criança Feliz em MS recebe visita de consultora da Unesco22/10/2019 - Estado - Revisão de Norma Técnica dos Bombeiros Militares beneficiará cerca de 80% dos estabelecimentos em MS22/10/2019 - Estado - Educação de MS fica entre as dez melhores do País em ranking de competitividade22/10/2019 - ECONOMIA - Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras22/10/2019 - POLÍTICA - Previdência segue para fase final no plenário do Senado22/10/2019 - GERAL - Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha22/10/2019 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA PARA ELEIÇÕES DA DIRETORIA DA APAE