Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

Benefícios fiscais do Governo do Estado para JBS são alvo de nova investigação em MS

23 de outubro de 2019

 

A possível concessão de benefícios fiscais do Governo do Estado ao frigorífico JBS entre 2007 e 2015 também será investigada pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), conforme publicação feita em Diário Oficial pelo promotor ex-Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) Marcos Alex Vera de Oliveira, atualmente na 30ª Promotoria de Justiça e do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande.

O caso já é investigado e tratado em sigilo pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) em Brasília (DF). Contudo, a nova investigação se refere a período anterior ao do apurado na ação daquele Superior Tribunal – que não está na Justiça Estadual devido ao foro privilegiado do governador.

De acordo com o publicado, o inquérito civil foi instaurado para apurar eventual prática de “atos de improbidade administrativa que importa em enriquecimento ilícito, dano ao erário e violação aos princípios que regem a administração pública”.

Os fatos teriam relação com a concessão de benefícios fiscais para a JBS mediante o pagamento “em contrapartida de vantagens ilícitas a agentes políticos”, ou seja, propinas. O caso está sendo tratado sob sigilo e o nome dos envolvidos foi ocultado.

Recentemente, delação premiada feita pelos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS, apontou suposto esquema de propina para servidores do alto escalão do Governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), que venceu as eleições em 2014 e assumiu em 2015 como governador de Mato Grosso do Sul.

A delação e investigações posteriores resultaram na deflagração da Operação Vostok pela PF (Polícia Federal), com a prisão inclusive do filho de Reinaldo, Rodrigo Souza e Silva, entre outros integrantes do Governo e suspeitos de participar do esquema. 

Fonte: Midia Max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
14/11/2019 - Estado - Durante a XI Cúpula do Brics, Brasil fecha acordo e vai exportar melão para China14/11/2019 - Estado - Tereza Cristina assina convênio com intuito de ampliar assistência a pequenos agricultores14/11/2019 - Estado - Educação abre seleção com 180 vagas e salários de até R$ 1,4 mil14/11/2019 - Estado - IFMS registra mais de 4 mil candidatos para Exame de Seleção14/11/2019 - Estado - Governo anuncia leilão com 44 lotes de caminhões e maquinários agrícolas14/11/2019 - Estado - Grupos de voluntariado podem se cadastrar para atuar na UFMS14/11/2019 - Estado - Mês da Consciência Negra: Festival de Cinema propõe reflexão sobre o tema14/11/2019 - Estado - Véspera de feriado será de tempo instável e chuva em todo MS14/11/2019 - Brasil - Aliança pelo Brasil, novo partido de Bolsonaro, já está nas redes sociais e tem mais de 100 mil curtidas14/11/2019 - Estado - Garotinha de 7 anos faz campanha de Natal para crianças internadas no HU14/11/2019 - GERAL - Nova vítima do rompimento da barragem de Brumadinho é encontrada14/11/2019 - PARANAÍBA - Novembro Azul: homens terão horário especial de atendimento14/11/2019 - INTERNACIONAL - Militantes em Gaza atacam Israel com foguetes após cessar-fogo14/11/2019 - Estado - Concurso: UEMS abre vagas para professores em Cassilândia e Dourados14/11/2019 - Estado - Confira abre e fecha de serviços públicos e evite correria pré-feriado14/11/2019 - Estado - Trade turístico de Corumbá, maior destino de pesca, manifesta apoio à cota zero14/11/2019 - Estado - Cerca de 1,2 mil participantes são esperados no 6º Eco Pantanal Extremo14/11/2019 - Estado - Reinaldo Azambuja participa de aberturas de Pantanal Extremo e FASP 201913/11/2019 - ESTADO - Deputado João Henrique defende a população e vota contra aumento de impostos13/11/2019 - ECONOMIA - China é o principal destino das exportações brasileiras, aponta FGV