Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

Estado - Garotinha de 7 anos faz campanha de Natal para crianças internadas no HU

14 de novembro de 2019

 

O espírito natalino sempre traz consigo o desejo de ajudar o próximo e amá-lo como a si mesmo. Nesta linha de altruísmo, a pequena Kamilly de 7 anos decidiu criar a campanha “Natal Solidário da Milly” para arrecadar brinquedos para as crianças internadas durante os períodos de festa no Hospital Universitário.

A ideia surgiu na garota depois que ela mesma ficou internada durante 15 dias, inclusive no Natal, no ano passado após ser diagnosticada com diabetes. A mãe, a comerciante, Cristina Alves Oliveira, disse ter levado um susto e que a internação imediata da menina foi um milagre.

“Ela não apresentou sintomas nenhum. Só passava mal, ia ao médico e voltava pra casa. Fomos a uma amiga farmacêutica de confiança e ela sugeriu que medíssemos a glicemia dela, já que ela estava sem disposição nenhuma. Pela graça de Deus descobrimos na hora e internamos ela no CTI”, conta a mãe em entrevista ao Jornal Midiamax.

Segundo o Ministério da Saúde, o diabetes, quando não cuidado, pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.

Enquanto estava internada, a mãe conta que Kamilly recebeu presentes durante o Natal, o que tornou a experiência menos traumática e mais feliz. Hoje, um ano depois a garota quer retribuir o que fizeram por ela no ano passado e até fez um vídeo fofo sobre a sua campanha solidária.

“Ela ficou encantada com o gesto por estar passando por uma situação difícil e seu dia se tornar tão legal. Ela vem há muito tempo dizendo que quer fazer o mesmo que fizeram pra ela no ano passado, que quer dar presente para as crianças e está mega empolgada com isso”, relata Cristina.

Quer ajudar? A família está em busca de brinquedos, novos ou usados, em bom estado para presentear crianças internadas no Hospital Universitário. Para contribuir, basta entrar em contato pelo telefone (67) 98124-8397. Faça o Natal de alguém especial!

Fonte: Midia Max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
13/12/2019 - ESTADO - Indígena é preso após polícia flagrar plantação de maconha em aldeia13/12/2019 - ESTADO - Justiça Federal vai decidir destino de empresário ligado a esquema de milícia13/12/2019 - ESTADO - Aprovada: confira o que muda na aposentadoria dos servidores com a PEC de Reinaldo13/12/2019 - ESTADO - IFMS oferece 670 vagas em cursos gratuitos de Inglês, Espanhol e Libras13/12/2019 - NACIONAL - Filha de Lula é nomeada em gabinete no Senado13/12/2019 - NACIONAL - Bolsonaro: coloco no ‘pau de arara’ ministros que se envolverem em corrupção12/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263311/12/2019 - ESTADO - LOA de 2020 é aprovada pelos deputados de MS com 136 emendas11/12/2019 - ESTADO - Operação Vila Brasil: Gaeco cumpre mandados para investigar peculato e fraude em MS11/12/2019 - FAMOSOS - Claudia Rodrigues manda recado para fãs e desmente boatos de morte11/12/2019 - ESTADO - Confira mudanças na previdência de MS após PEC aprovada com nova emenda11/12/2019 - NACIONAL - Com abertura do mercado, algum efeito colateral acontece no Brasil, diz Bolsonaro11/12/2019 - NACIONAL - MEC amplia carga horária EAD de cursos superiores presenciais para até 40%10/12/2019 - EDITAL DE PROCLAMAS N° 263510/12/2019 - ESTADO - Com máxima de 32°C chuvas continuam nesta terça-feira em MS10/12/2019 - ESTADO - Leilão da MS-306 mostra confiança do capital privado no Estado, destaca Reinaldo Azambuja10/12/2019 - ESTADO - Alerta de tempestade é emitido para 58 cidades de Mato Grosso do Sul09/12/2019 - ESTADO - R$ 152 milhões: Justiça mantém investigação da Polícia Federal sobre propina no Detran-MS09/12/2019 - ESTADO - Muitas serão acatadas, adianta Reinaldo sobre emendas à PEC da Previdência09/12/2019 - ESTADO - Médica que não comparecia a plantões no HU de Dourados terá que devolver R$ 77,5 mil