Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 

ESTADO - Milhares de paciente de MS serão beneficiados com compra compartilhada de medicação pelo Consórcio Brasil Central

03 de dezembro de 2019

 

Pacientes cadastrados e ativos vão contar com maior celeridade, enquanto os Estados esperam reduzir custos com os remédios pelo volume e desburocratização no processo de compra

Cerca de trinta mil pacientes de Mato Grosso do Sul vão ser beneficiados com a compra compartilhada de medicamentos definida na reunião do Consórcio Brasil Central, na última sexta-feira (29.11), em São Luiz do Maranhão. 

Pioneiro no País no modelo adotado, os Estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Rondônia, Tocantins, Maranhão e o Distrito Federal dão início processo de compra conjunta de medicamento por  meio de pregão do tipo menor valor por item, visando formar registro de preço. A expectativa é de publicar edital para pregões em tempo recorde e reduzir os custos em torno de 30% . O que proporcionará também, regularidade no abastecimento e redução no tempo do processo de compra, do início até as prateleiras das Casas de Saúde, pela metade do tempo. 

Na ocasião do encontro, o governador Reinaldo Azambuja ressaltou o avanço na política de compra para os Estados participantes. “A lógica do Consórcio é discutirmos o desenvolvimento dos nossos Estados conjuntamente. Quando avançamos em pautas importantes, como esta da compra de medicamentos, isto representa um avanço”, disse o governador.

Por ser o primeiro processo neste padrão, a expectativa é que a chegada dos remédios ocorra entre quatro a cinco meses, o que atualmente leva de oito meses a um ano. 

Os primeiros pregões vão acontecer nos dias 11 e 12 deste mês e 103 rótulos estão na lista de prioridades. Os itens são de medicamentos especializados da assistência farmacêutica. Endometriose, hipertensão pulmonar, osteoporose, Doença de Parkinson, Alzheimer, esquizofrenia, doenças renais graves, transplantados e outras, estão no rol dos medicamentos que os primeiros leilões devem arrematar.

Num segundo momento, após as licitações dos 103 dos medicamentos do componente especializado da assistência farmacêutica, o Consórcio BrC vai ampliar para os judicializados, que são geralmente usados para tratamento oncológico e medicamentos de alto custo. 

Entre 2018 até novembro deste ano, o Estado já gastou mais de R$ 16 milhões com compra de medicamentos de componentes especializados. Com as ações judiciais foram mais de R$ 23 milhões. A expectativa desta nova modalidade de compra é reduzir custos – já que o volume de compras pelos sete integrantes do grupo será maior e com condições de pagamento a vista. Como também  é esperada, no futuro, a redução das judicialização com está nova forma de aquisição.

Veja Edital de Licitação

Beatricce Bruno – Subsecretaria de Comunicação de MS – Subcom
Foto: Saul Schramm

Fonte: Portal do MS


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
06/07/2020 - PARANAIBA - Prefeitura anuncia contratação de empresas para variados produtos e serviços06/07/2020 - PARANAÍBA - Homem abastece e foge sem pagar por combustível06/07/2020 - PARANAÍBA - Polícia atende caso de agressão entre mãe e filha no Santo Antônio06/07/2020 - POLÍCIA - Na primeira metade do ano, 22 mulheres foram mortas de forma violenta em MS06/07/2020 - POLÍCIA - Após se afogar em piscina, criança de 3 anos morre06/07/2020 - POLÍCIA - Após agredir namorada, homem parte para cima de PM e é contido a tiros de borracha06/07/2020 - CORONAVÍRUS - MS registra mais 179 casos e 4 quatro mortes por coronavírus; maior parte das notificações continua em Campo Grande05/07/2020 - Sertanejo Davi, da dupla com Durval, morre aos 63 anos em hospital de Campinas05/07/2020 - DOURADOS - Funcionário matou secretário após ser demitido por não usar máscara, diz irmã04/07/2020 - CORONAVÍRUS - Urgente Lacen confirma terceira morte por Covid-1904/07/2020 - POLÍCIA - Com transmissão ao vivo, policial mata filhos, sogros e cunhadas na fronteira04/07/2020 - POLÍTICA - Nascidos em novembro e dezembro recebem parcela do auxílio emergencial neste sábado04/07/2020 - POLÍCIA - Preso sobe em telhado para pegar ‘encomenda’ de drogas, cai e se machuca04/07/2020 - POLÍCIA - Mãe é denunciada por maus-tratos e criança é encontrada sem roupas em casa03/07/2020 - Chef Gabriela Isidro ensina a fazer um SPAGHETTI ALLA MATRICIANA03/07/2020 - POLÍTICA - Não podemos continuar por muito tempo com auxílio emergencial, diz Bolsonaro03/07/2020 - POLÍCIA - Mulher é encontrada na rua com roupas rasgadas após ser agredida por 3 homens03/07/2020 - POLÍCIA - Farmácias de MS são flagradas vendendo vacinas do SUS por R$ 100 03/07/2020 - CORONAVÍRUS - Recorde: Com 16 mortes em um dia, MS registra 105 óbitos por coronavírus03/07/2020 - POLÍCIA - Sequestrada na terça-feira, Carla é deixada morta na esquina de casa