Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 

ESTADO - Após 7 anos, STF derruba lei de 1999 que permitiu uso de depósitos judiciais em MS

16 de dezembro de 2019

 

O STF (Supremo Tribunal Federal) derrubou no último dia 6 a lei 2.011/1999, que permitiu o uso de recursos de depósitos judiciais pelo Poder Executivo em Mato Grosso do Sul e era alvo de contestação da PGR (Procuradoria Geral da República). O julgamento aconteceu em sessão virtual do Tribunal Pleno.

Sob relatoria do ministro Gilmar Mendes, a ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) 4733 foi impetrada em 2012 contra a lei estadual que instituiu o sistema financeiro de conta única para os depósitos judiciais em Mato Grosso do Sul.

A lei permitia que os rendimentos líquidos oriundos da aplicação de tais recursos no mercado financeiro fossem utilizados para o reaparelhamento e modernização do Poder Judiciário sul-mato-grossense.

Já a contestação foi feita pelo então procurador-geral Roberto Gurgel, sendo acatada agora por unanimidade pelos membros do Pleno do STF, em sessão virtual vigente entre 29 de novembro e 5 de dezembro deste ano.

O uso de depósitos judiciais no Estado voltou a ganhar destaque recentemente após o governador Reinaldo Azambuja propor e conseguir aprovar na Assembleia Legislativa a flexibilização do uso dos respectivos recursos pelo Governo do Estado.

No caso, Reinaldo propôs mudança na base de cálculo dos valores devidos pelo Governo ao fundo e também a possibilidade de negociar prazos e condições de pagamento com o Judiciário. No ano passado, o governador também reduziu de 30% para 20% a reserva de dinheiro que deve permanecer no fundo.

Tais situações são alvo de ações movidas pela OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul), uma delas a ADIn (Ação Direta de Inconstitucionalidade) 6.263, já em trâmite no STF. Além disso, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) determinou a suspensão do uso de depósitos judiciais pelo Estado em Mato Grosso do Sul.

Fonte: Midia Max


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
09/07/2020 - PARANAÍBA - O Sindicato Rural oferece cursos 09/07/2020 - PARANAÍBA - O Sindicato Rural oferece cursos 09/07/2020 - PARANAÍBA - Pandemia cancela viagem, mas noivo faz do Rio Paraná cenário para pedido de casamento09/07/2020 - COZINHA DIFUSORA - Chef ensina fazer Brownie na semana mundial do chocolate09/07/2020 - POLÍCIA - Marido tenta matar mulher sufocada após ser flagrado mandando fotos para outra09/07/2020 - POLÍTICA - Facebook derruba rede de fake news ligada a Bolsonaro e filhos09/07/2020 - ESTADO - MS tem temperatura mínima de 7.9ºC e cidade entre 20 mais frias do Brasil09/07/2020 - AUXÍLIO - Nascidos em abril podem sacar 1ª parcela do auxílio de R$ 600 nesta quinta-feira09/07/2020 - coronavírus - Pandemia derruba FPM e municípios de MS devem receber R$ 64 milhões09/07/2020 - ESTADO - Conselho do FCO aprova primeira carta consulta enviada por cooperativas de crédito08/07/2020 - PARANAÍBA - "Marias do Agro" realizam leilão e fortalecem presença feminina no campo08/07/2020 - PARANAÍBA - Sem a tradicional Barraca do Pastelão, lar de idosos passa dificuldades08/07/2020 - PARANAÍBA - Vigilância implanta barreira sanitária na saída para Inocência08/07/2020 - PARANAÍBA - Escola Objetivo realiza lives educativas para toda a comunidade08/07/2020 - PARANAÍBA – Mulher usa avó de preso para entrar em penitenciária com cocaína08/07/2020 - POLÍCIA - Mulher denuncia e marido é preso após ser flagrado estuprando menina de 9 anos08/07/2020 - POLÍCIA - Jovem é espancada e arremessada contra carro por marido durante a madrugada08/07/2020 - ESTADO - Indiciado por corrupção pela PF, Reinaldo Azambuja é alvo de mais um pedido de impeachment07/07/2020 - PARANAÍBA - Tenente dos bombeiros fala sobre resgate de motociclista 07/07/2020 - PARANAÍBA - Dam conclui inquérito de tentativa de estupro