Notícias

2003 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 

Menos conflitos no campo não significaram violência menor

31 de dezembro de 2007

A redução no número de conflitos agrários não significou violência menor no campo em 2007, apontam os dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Segundo levantamento da entidade, de janeiro a setembro caiu 40,8% o total de ocorrências contabilizadas como conflitos, em comparação com o mesmo período de 2006.

São incluídos no levantamento disputas por terra e por água, acampamentos, invasões e casos de trabalho escravo, entre outros. Embora os dados dos últimos meses do ano ainda não estejam fechados, o quadro se manteve, segundo o advogado da CPT no Pará José Batista.

Pelos números da pastoral, em 2006, para cada ocorrência, houve 1,2 família expulsa e 16 despejadas, e houve um assassinato para cada 47 conflitos. Este ano, foram registradas cinco famílias expulsas e 19 despejadas para cada ocorrência, e um assassinato para cada 44 conflitos.

Ainda segundo a pastoral, o número de famílias expulsas da terra que ocupavam por agentes privados subiu de 1.317 para 2.711. O maior aumento foi na Região Centro-Oeste, onde não foi registrada expulsão em 2006 e ocorreram 318 neste ano.

De acordo com os dados da Ouvidoria Agrária, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, até agosto deste ano 43 pessoas morreram de forma morte violenta no campo. Nenhum dos casos, segundo as investigações da ouvidoria, decorreu de conflitos agrários.

Apesar da queda na quantidade de conflitos, o número de manifestações aumentou. Em 2006 foram realizadas 579, com a participação de 359.998 pessoas. Já em 2007, os números indicam 671 manifestações, com 465.394 pessoas.

Fonte: Jornal Tribuna Livre Online


Comentários










Digite o código abaixo:

Trocar imagem


Essa notícia ainda não foi comentada.


« anterior [1] 2 3 4 5 6 7 8 próximo »
05/12/2019 - EDITAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL HANNE MACHADO HANS & CIA LTDA05/12/2019 - POLÍTICA - Deputados suspensos do PSL se reúnem com Maia para tentar manter Eduardo líder05/12/2019 - POLÍTICA - Em CPI, Joice diz que País é governado por filhos do presidente05/12/2019 - POLÍTICA - Justiça absolve Lula, Dilma, Palocci e Mantega no ‘quadrilhão do PT’05/12/2019 - ESPORTE - Fluminense empata com Fortaleza e fica em vantagem por vaga na Sul-Americana05/12/2019 - ESPORTE - São Paulo supera o Inter e garante vaga na fase de grupos da Libertadores05/12/2019 - POLÍTICA - ‘Tratados de forma adequada’: Coronel David comemora morte de membros de facção baiana em MS05/12/2019 - POLÍCIA - Fazendeiro de MS herdou rotas de narcotráfico do PCC após morte do sogro05/12/2019 - POLÍTICA - Deputados liberam Governo de MS para cassar aposentadoria de servidores punidos05/12/2019 - POLÍTICA - Simone Tebet reage e pede reunião da CCJ para analisar projeto da 2ª instância05/12/2019 - POLÍTICA - CPI da Energisa ouvirá engenheiro que comprovou falha em relógio e decreta sigilo05/12/2019 - POLÍTICA - ‘Carona’ na Pec de Reinaldo quer reajuste automático para servidores de MS com altos salários05/12/2019 - ESTADO - Com medo de conflito fundiário, fazendeiro de Dourados fabrica trator blindado para plantar05/12/2019 - ESTADO - Saúde do homem é destaque em ações realizadas com reeducandos durante o mês de novembro05/12/2019 - ESTADO - Detran-MS registra aumento de 8% na frota de veículos do Estado nos últimos 3 anos05/12/2019 - ESTADO - Campo Grande sedia reunião ampliada do Conselho Estadual de Assistência Social05/12/2019 - ESTADO - Leilão da MS-306 acontece nesta quinta-feira (5) na Bolsa de Valores de São Paulo04/12/2019 - ESTADO - Pontes de alvenaria: Vaz intercede por assentados04/12/2019 - PARANAÍBA - PF prende dez pessoas e apreende 7 aviões em operação contra tráfico internacional de drogas04/12/2019 - ESTADO - Campanha “MS Unido, Paz nas Famílias” será lançada nesta quarta-feira